Futebol Brasileiro

Clássico entre Flamengo e Vasco no Sub-17 termina em pancadaria na Gávea

Jogadores rubro-negros acusam atleta vascaíno de citar tragédia no Ninho do Urubu em forma de provocação; Vasco se posiciona oficialmente nas redes sociais

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Flamengo x Vasco no Sub-17 terminou em confusão; goleiro Cadu (imagem) irritou rivais com provocação(Marcelo Cortes / Flamengo)

Flamengo x Vasco no Sub-17 terminou em confusão; goleiro Cadu (imagem) irritou rivais com provocação | Marcelo Cortes / Flamengo

Uma pancadaria generalizada tomou conta da semifinal da Taça-Rio Sub-17, entre Flamengo e Vasco, na manhã deste sábado (12). De acordo com os jogadores rubro-negros, a confusão começou após o goleiro vascaíno Cadu citar a tragéida no Ninho do Urubu em meio a discussões e provocações depois do apito final, que levou o clube da Gávea à decisão da competição após o empate em 2 a 2 nos 90 minutos. 

Ainda de acordo com os jovens flamenguistas, tudo começou quando Cadu se dirigiu ao banco rival chamando os adversário de 'time pequeno', por entender que o goleiro Bruno, do Flamengo, estava retardando o reinício da partida após o Cruz-Maltino fazer seu segundo gol na partida, já nos momentos finais de confronto. Após ser retrucado com os gritos de 'eliminado', o garoto de São Januário teria pedido que os rivais 'resolvessem a dívida deles com os meninos que morreram'. 

Nas redes sociais, alguns atletas rubro-negros se pronunciaram sobre o episódio:

 
 
 
Após a polêmica, o Vasco soltou uma nota oficial sobre o ocorrido e pediu desculpas pela atitude do seu jovem goleiro. O Cruz-Maltino afirmou que não compactua com esse tipo de comportamento e que seu atleta já reconheceu o erro e se encontra profundamente arrependido.
 
"O Club de Regatas Vasco da Gama pede desculpas a todos que, justificadamente, se sentiram ofendidos pela declaração de um de seus atletas ao fim do clássico diante do Flamengo, válido pela Taça Rio sub-17. O Clube não compactua com esse tipo de postura em relação a uma tragédia sobre a qual o Vasco da Gama, desde o início, se mostrou solidário. O atleta reconhece o erro e lamenta profundamente sua ação".
Comentários