Futebol Brasileiro

Clube chinês se incomoda e determina o retorno de Hulk

O atacante Hulk havia sido liberado para treinar no Palmeiras, mas a repercussão do caso incomodou os chineses, que decretaram o retorno do atacante

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Hulk tem contrato com o Shangai SIPG até o final de 2020(Visual China/Getty Images AsiaPac)

Hulk tem contrato com o Shangai SIPG até o final de 2020 | Visual China/Getty Images AsiaPac

O atacante Hulk terá que se reapresentar ao Shangai SIPG até o final desta semana. O atleta havia sido liberado para treinar no Palmeiras, por conta do surto do novo coronavírus na China, mas o time asiático mudou de ideia por conta da repercussão que a liberação causou.

A repercussão que a situação gerou, com insinuações que Hulk - torcedor do Palmeiras - poderia ficar de vez no clube paulista, incomodou o Shangai SIPG e motivou a solicitação do retorno do atleta.

Hulk não chegou a treinar nenhum dia no Palmeiras. Isso porque, mesmo com a liberação dos chineses, o aleta dependia do envio de um seguro do Shangai SIPG para que estivesse protegido em caso de alguma possível lesão no período em que ficaria no Palmeiras.
 

O Palmeiras já tentou, sem sucesso, negociar a contratação do atacante, que tem contrato com o clube chinês até dezembro deste ano. Os altos vencimentos do atleta no país asiático foram a principal barreira para que o negócio não avançasse.

 
RB Leipzig goleia e elimina o Tottenham da Champions. Veja os melhores momentos!
Comentários