Futebol Brasileiro

Clubes brasileiros estarão livres da cobrança de dívidas por 90 dias

Procuradoria da Fazenda protocolou medida devido à pandemia do novo coronavírus, o que beneficiou times da Série A e Série B do Brasileirão

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Cruzeiro tem maior dívida ativa com a União entre os clubes brasileiros(Gustavo Guimarães Aleixo / Flickr Cruzeiro)

Cruzeiro tem maior dívida ativa com a União entre os clubes brasileiros | Gustavo Guimarães Aleixo / Flickr Cruzeiro

Em meio ao surto mundial do novo coronavírus, a Procuradoria-Geral da Fazendo Nacional decidiu suspender a cobrança de dívidas ativas da União nos próximos 90 dias. A medida é válida enquanto perdurar o estado de emergência sanitária e beneficia os clubes brasileiros.

Com isso, 26 instituições das Séries A e B do Campeonato Brasileiro, que possuem passivos tributários e previdenciários com a entidade, estão adequados à suspensão protocolada pela Procuradoria, conforme acordo com a Portaria Nº 7.821, publicada no Diário Oficial da União. No entanto, tal rotina pode sofrer alterações de acordo com o processo de evolução da Covid-19.

O maior beneficiado neste caso é o Cruzeiro, maior devedor entre equipes da primeira e segunda divisão do país, com um montante de R$ 261.651.485 em débitos. Na elite, quem mais deve à União é o Vasco, em um valor que chega a R$ 87.664.267. Ele é seguido de perto por Sport e Corinthians. Veja abaixo os números de forma detalhada.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Ranking de dívidas com a União na Série A de 2020:

R$ 87.6 milhões – Vasco

R$ 62.1 milhões – Sport

R$ 32 milhões – Corinthians

R$ 23.8 milhões – Botafogo

R$ 23.2 milhões – Fluminense

R$ 8.4 milhões – Palmeiras

R$ 8.4 milhões – São Paulo

R$ 6.3 milhões – Coritiba

R$ 64.9 mil – Bahia

R$ 54.6 mil – Fortaleza

Ranking de dívidas com a União na Série B de 2020:

R$ 261.6 milhões – Cruzeiro

R$ 150.4 milhões – Guarani-SP

R$ 78.8 milhões – Náutico

R$ 29.9 milhões – Figueirense

R$ 13.6 milhões – Paraná

R$ 12.2 milhões – Avaí

R$ 11.6 milhões – Botafogo

R$ 7.4 milhões – Brasil-RS

R$ 2.07 milhões – Juventude-RS

R$ 1.08 milhões – Confiança-SE

 
Exclusivo: João Félix define classificação do Atlético como um 'feito histórico'
Comentários