Futebol Brasileiro

Com Luxemburgo, Felipe Melo 'amansa', comete menos faltas e desarma melhor; veja números

Camisa 30 virou zagueiro nas mãos do experiente técnico e inicia bem o ano pelo time alviverde

Avatar del

Por Leonardo Ferreira

Felipe Melo virou zagueiro nas mãos de Luxemburgo e vem agradando(Marcello Zambrana/AGIF)

Felipe Melo virou zagueiro nas mãos de Luxemburgo e vem agradando | Marcello Zambrana/AGIF

A mudança de posição de Felipe Melo, anunciada ainda no início do ano pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, a princípio causou certa estranheza para parte da torcida do Palmeiras. Os números, contudo, mostram que a decisão foi, até aqui, benéfica para o time e para o próprio camisa 30.

Segundo dados do site "Footstats", Felipe Melo está entre os jogadores que menos cometem faltas dentre todos que disputam o Campeonato Paulista. Nos quatro jogos que realizou até aqui, foram só duas infrações cometidas, com média de apenas 0,5 falta por partida.

Em média, por exemplo, ele só não tem número melhor do que o atacante Luiz Adriano (0,3) e o goleiro Weverton, que não foi faltoso até aqui.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

A título de comparação, se levarmos em conta seus números do Campeonato Brasileiro do ano passado, em que atuou na sua posição de origem, volante, foram 41 faltas cometidas nos 24 jogos que disputou. Sua média foi de 1,7 infração por jogo, ou seja, quase quatro vezes maior do que a do início desta temporada.

Vale ressaltar, também, que à ocasião ele era o quinto jogador mais faltoso dentre todos os atletas do elenco palmeirense.

Outra estatística que chama a atenção é a de desarmes. Atuando como volante, Felipe Melo dava muito mais combates, o que fazia seu número de botes errados serem maiores.

No Brasileirão, por exemplo, foram 57 desarmes certos e cinco errados, com aproveitamento de 92%. Já no Paulista, como defensor, ele acertou os quatro que tentou e possui aproveitamento perfeito.

Entretanto, não foi apenas a parte defensiva que apresentou melhora nos números do camisa 30 em 2020. Conhecido por seus passes precisos, o quesito aflorou ainda mais sob a batuta de Luxemburgo. Em média, são 46 passes certos por partida na temporada, contra 35 no Brasileirão do último ano. Seu aproveitamento nos lançamentos também melhorou: 65% em 2020, contra 58% em 2019.

Recentemente, em entrevista exclusiva ao Esporte Interativo, o auxiliar técnico de "Luxa", Maurício Copertino, demonstrou otimismo em relação à mudança de Felipe Melo para a zaga.

"O Felipe tem trabalhado muito bem nessa nova posição, vai ser um dos melhores zagueiros do Brasil nesta temporada", comentou, em seu período de treinos na Florida.

Com Felipe Melo mais uma vez entre os prováveis titulares, o Palmeiras volta a campo no próximo domingo, às 16h (de Brasília), contra o Mirassol, no Allianz Parque, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

Comentários