Futebol Brasileiro

Conmebol estaria considerando mudar a sede da final da Libertadores de 2019; entidade reforça vontade de manter sede em Santiago

Entidade máxima do futebol sul-americano, a Conmebol está de olho nos protestos que tem tomado a capital chilena, Santiago, por conta de um aumento no preço do transporte público

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Estádio Nacional de Santiago, no Chile, pode não receber mais a final da Libertadores.(Divulgação)

Estádio Nacional de Santiago, no Chile, pode não receber mais a final da Libertadores. | Divulgação

A final da Libertadores de 2019, marcada para Santiago, no Chile, pode sofrer uma alteração de local. Segundo a CNN Chile, a Conmebol estaria estudando a mudança por conta dos protestos no país andino, causados por um aumento no preço dos combustíveis.

Uma reunião será realizada nesta segunda (21) para analisar a possível mudança. Ainda não há definição de qual seria a nova sede. A final da Libertadores está marcada para o dia 23 de novembro e a mudança afetaria diretamente Flamengo, Grêmio, River Plate e Boca Juniors, equipes disputam uma vaga na final da competição.

Protestos no Chile fizeram com que estado de emergência fosse decretato no país | Getty Images

O Chile está sob estado de emergência ordenado pelo presidente Sebastian Piñera e é estudado manter o toque de recolher nos próximos dias. Imagens circularam nas redes sociais de ônibus, trens, metrôs e até prédios incediados por manifestantes. Apesar do presidente chileno ter cancelado o aumento das passagens, a situação segue tensa.

A Conmebol divulgou uma nota oficial reafirmando o compromisso de disputar a partida no "lugar, data e hora divulgados inicialmente", mas que os estudos sobre uma possível mudança serão considerados em conversas com as autoridades e levando em conta questões de segurança. Confira a nota na íntegra:
A Conmebol reafirma o seu compromisso de disputar a final única da Libertadores no lugar, data e hora divulgados inicialmente.
A Conmebol se encontra em contato permanente com as autoridades e todos os entes relacionados com a realização da final única em Santiago, no Chile.
A análise será realizada e será levado em conta a segurança dos clubes, jogadores, torcedores e meios de comunicação credenciados para que o único protagonista da final seja o futebol sul-americano no jogo que coroará um novo campeão continental.

Comentários