Futebol Brasileiro

Corinthians deve demitir funcionários dentro dos próximos dias

Devido à crise financeira que a pandemia do novo coronavírus causou, o Corinthians deve realizar demissões dentro do clube para tentar se manter

Avatar del

Por Aline Dias e Raul Moura

Corinthians deve demitir funcionários devido à crise financeira(Daniel Vorley/AGIF)

Corinthians deve demitir funcionários devido à crise financeira | Daniel Vorley/AGIF

Diversos clubes brasileiros estão enfrentando uma crise finaceira devido à paralisação do futebol por conta do novo coronavírus. E o Corinthians não fica de fora dessa lista.

Após uma reunião entre a diretoria do Alvinegro, foi decidido que alguns funcionários serão demitidos dentro dos próximos dias. A informação, inicialmente dada pelo 'GloboEsporte.com', foi confirmada pela reportagem do Esporte Interativo.

O clube já realizou cortes salariais dos empregados de 50% a 70%, e dos jogadores da equipe principal em 25%. Foram medidas que podiam evitar as demissões, mas agora a situação está começando a ficar insustentável. 

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Procurada pela reportagem, a diretoria do Corinthians não quis comentar a decisão, mas diz que, se o futebol não voltar, cortes deverão acontecer.

Com pouca receita, já que as transmissões dos jogos não estão acontecendo e os patrocinadores também precisaram realizar cortes, o Timão espera ter um alívio nos cofres do clube com o pagamento antecipado do Benfica com a venda de Pedrinho.

Neste novo corte, o futebol profissional deve ser um dos menos atingidos. Porém, os atletas que atuam nas categorias de base alvinegra podem sofrer bastante. Além das demissões entre as comissões técnicas e elencos, os times como sub-14 e sub-15 podem ser unificados.

Apesar da categoria sub-20 ter menos chance de impacto, os jogadores sem contrato e com pouco destaque também podem ser dispensados, e a equipe sub-23 pode deixar de existir.

Além do futebol, a equipe masculina de basquete já foi encerrada e algumas demissões devem acontecer nos departamentos dos esportes aquáticos.

 
Mattos diz que lei tem que se adaptar à realidade do futebol: 'Se não, Corinthians está certo'
Comentários