Futebol Brasileiro

Corinthians é o clube que mais deve à União; débito é superior a R$ 700 milhões

Clube paulista é seguido por Atlético-MG, Vasco, Botafogo e Flamengo entre maiores devedores

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, em dezembro do ano passado(Via Getty Images)

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, em dezembro do ano passado | Via Getty Images

Informações divulgadas pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), nesta quinta-feira (20), expuseram (grandes) dívidas de clubes brasileiros com a União. O Corinthians encabeça a lista com exorbitantes R$ 737,7 milhões em débitos (sem incluir o financiamento para a construção da sua arena). 

Na lista dos dez maiores devedores da União, apenas um não é uma instituição de futebol do país: a Confederação Brasileira de Vela e Motor. Fora ela, os corintianos são seguidos de Atlético-MG, Vasco, Botafogo, Flamengo, Fluminense, Guarani, Internacional e Palmeiras. Os dados foram obtidos através da Lei de Acesso à Informação.

Maiores devedores à União:
1° Corinthians: R$ 737,7 milhões
2° Atlético-MG: R$ 356,5 milhões
3° Vasco da Gama: R$ 256,5 milhões
4° Botafogo: R$ 251,6 milhões
5° Flamengo: R$ 224,2 milhões
6° Confederação Brasileira de Vela e Motor: R$ 219,8 milhões
7° Fluminense: R$ 173,8 milhões
8° Guarani: R$ 141,5 milhões
9° Internacional: R$ 130,1 milhões
10° Palmeiras: R$ 88,3 milhões

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

O Corinthians divulgou uma nota oficial sobre o assunto. Leia na íntegra abaixo:

"O Sport Club Corinthians Paulista em atenção à reportagem publicada hoje (20/2) à pg. B9 no Jornal Valor Econômico, “Clubes devem R$ 5,3 bi à União”, esclarece que o Tribunal Regional Federal da Terceira Região suspendeu a exigibilidade da suposta dívida no valor de R$597 milhões, por meio de uma decisão que determina que o CARF julgue o recurso sobre a isenção da agremiação em relação a IRPJ, CSLL, PIS e COFINS, nos termos da firme jurisprudência daquela Corte Administrativa em favor dos clubes. Se levada em conta a decisão supracitada, o Corinthians ocuparia a 9ª posição no ranking elaborado pela reportagem que não obteria a mesma repercussão. Vale salientar que a mesma reportagem cita brevemente que a situação atual do clube é “regular”.

 
Dudu diz que esperava classificação do Corinthians na Libertadores

 

Comentários