Futebol Brasileiro

Corinthians terá superávit com venda de Pedrinho, diz Andrés

Jogador foi vendido por 20 milhões de euros, que hoje vale R$ 126 milhões de reais

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Venda de Pedrinho deve gerar superávit no Corinthians(Marcello Zambrana/AGIF)

Venda de Pedrinho deve gerar superávit no Corinthians | Marcello Zambrana/AGIF

Apesar de viver uma crise financeira, o Corinthians pode ganhar uma boa notícia. Segundo Andrés Sanchez, presidente do clube, o Timão irá terminar o ano de 2020 com superávit, graças ao negócio envolvendo Pedrinho e o Benfica. 

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis! 

O Corinthians fechou 2019 com o maior déficit de sua história: R$ 177 milhões. Porém, para 2020, Andrés garantiu o saldo positivo: "Com a venda do Pedrinho, teremos superávit. Vamos esperar entrar o dinheiro para ver como vai ficar no momento, pagar contas e fazer o clube render. Corinthians não é só pagar conta, tem um monte de coisa para se fazer, só não vamos contratar jogadores", disse em entrevista à 'Rádio Bandeirantes'.

Com a alta da moeda europeia, o Timão pode se beneficiar e ganhar um valor maior do que o acordado durante a venda. As duas primeiras parcelas serão pagas pelo Benfica em julho e Andrés falou sobre: "Só vai aumentar quando receber. Se (o euro) ainda estiver assim, o valor vai ter uma elevação em relação à época da venda. É o câmbio do dia que conta. O total é de quatro anos (para o Corinthians receber o valor), mas o valor total já entrará no balanço deste ano", explicou.

 
Mattos diz que lei tem que se adaptar à realidade do futebol: 'Se não, Corinthians está certo'
Comentários