Futebol Brasileiro

De fã a companheiro de zaga: Bruno Fuchs confirma titularidade ao lado de Cuesta no Internacional

Zagueiro ganhou a vaga no time de Eduardo Coudet depois do pré-olímpico e realiza sonho jogando com ídolo

Avatar del

Por Monique Danello

Bruno Fuchs ganhou a vaga de titular no Internacional(2019 Getty Images, Getty Images South America)

Bruno Fuchs ganhou a vaga de titular no Internacional | 2019 Getty Images, Getty Images South America

Aquele sábado, dia 27 de julho de 2019, nunca será esquecido por Bruno Fuchs. A vitória do Internacional por 1x0 diante do Ceará no Beira-Rio, pela 12° rodada do Brasileirão, marcou a estreia do zagueiro com a camisa colorada no profissional. Na ocasião, o então técnico Odair Hellmann colocou em campo um time praticamente reserva, o único titular foi o goleiro Marcelo Lomba. Fuchs atuou ao lado de Klaus e acabou sendo substituído no segundo tempo com câimbras. O jovem zagueiro deu lugar a Cuesta, referência para ele na posição e hoje companheiro de zaga.

"Tenho o Cuesta como um ídolo para mim, ele é muito profissional, trabalha demais, tem uma capacidade absurda de corresponder e enteder as coisas. Estamos sempre conversando, procuro um monte de dicas com ele. Com esse estilo de jogo do Coudet, ele gosta bastante também. Estamos nos entendendo muito bem, acho que só tomamos um gol juntos, o do Gre-Nal, no último lance, estamos fazendo um bom trabalho, ele me dá muita dica. Não só ele, o Moledo também, um amigo pessoal, me diz "alemão, vai lá e destrói", me ajuda muito", contou o zagueiro.


 
Fuchs e Cuesta são a dupla de zaga titular do Inter de Coudet | Foto: Bruna Prado 

Menos de um ano depois da estreia no profissional, Bruno Fuchs vem se firmando como titular da equipe de Eduardo Coudet, em uma disputa com o experiente Rodrigo Moledo, até então dono da posição. Aos 21 anos, o zagueiro admira nomes como Thiago Silva e Sérgio Ramos, mas também é fã do seu companheiro de zaga. Se hoje os dois importantes para o bom desempenho da defesa colorado, há pouco tempo Fuchs tietava o argentino.

"Me inspiro muito no Cuesta. Agora com o tempo, pegando entrosamento, intimidade, já falei para ele que tenho ele como fã. Uma vez que fomos jogar no Beira-Rio, tinha o vestiário com as fotos lá, eu estava na base, não tinha a minha. Tinha a do Cuesta, eu sentei lá e tirei uma foto com ele, já mostrei isso para ele", brincou o zagueiro colorado.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Ainda de férias, Bruno Fuchs divide parte dos dias de quarentena com o lateral Heitor, melhor amigo do zagueiro no elenco. A dupla treina em casa, com orientação da comissão técnica do Internacional até o dia 30 de abril. Os jogadores ainda aguardam novas orientações do clube em relação ao retorno das atividades.

 
Taison vê retorno ao Inter mais próximo e pede para D'Alessandro o esperar
Comentários