Futebol Brasileiro

Deco revela que rejeitou o Corinthians para fechar com o Fluminense

O meio-campista Deco, que atuou no Barcelona com Ronaldinho Gaúcho e Messi, afirmou que o projeto do Fluminense, além do nome de Muricy Ramalho, fizeram com que ele escolhesse o clube carioca ao invés do Corinthians

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Deco conquistou dois títulos do Brasileirão com a camisa do Fluminense(Getty Images)

Deco conquistou dois títulos do Brasileirão com a camisa do Fluminense | Getty Images

O meio-campista Deco, ídolo do Barcelona, afirmou que teve a oportunidade de voltar ao Corinthians, clube que o revelou, mas acabou preferindo fechar com o Fluminense quando de seu retorno ao futebol brasileiro, em 2010.

“Na época sim (pude voltar ao Corinthians), mas teve duas coisas diferentes para eu voltar (escolhendo o Fluminense). Uma era o Muricy, que era a garantia de um treinador de sucesso, e a segunda era a forma como o Fluminense, com o Horcades na época, e o próprio Celso Barros, que foi quem fez realmente, forçou, foram até lá, buscaram e isso mexeu comigo”, afirmou.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Tendo vestido a camisa do Barcelona entre 2004 e 2008, Deco atuou junto com Ronaldinho Gaúcho e Messi, dois dos maiores ídolos da história do clube catalão. Perguntado sobre quem é melhor, o meia elogiou ambos.

“É difícil escolher, ser genial ou decisivo sempre se entra na discussão grande. Talvez, o Gaúcho não foi no Barcelona tão decisivo em um longo tempo. O Messi resolveu grandes problemas nos últimos anos. Teve muitos times bons, jogadores como Neymar, Xavi e Iniesta. É muito difícil estar tanto tempo em alto nível como ele e Cristiano. O Ronaldinho foi o jogador que mais me encantou em momentos e magia, quando estava no dia bom, era bonito, diferente daquilo que já tinha sido visto. Foi o jogador que mais me encantou”, garantiu.

 
Taison vê retorno ao Inter mais próximo e pede para D'Alessandro o esperar
Comentários