Futebol Brasileiro

Depois do empate no Equador, Flamengo desembarca no Rio

O Rubro-Negro se preocupa com dois titulares lesionados, Bruno Henrique e Rodrigo Caio, que ainda serão avaliados 

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Bruno Henrique leva a pior em dividida com Pina(2020 Getty Images, Getty Images South America)

Bruno Henrique leva a pior em dividida com Pina | 2020 Getty Images, Getty Images South America

Na noite desta quarta (19), o Flamengo entrou em campo contra o Independiente Del Valle, pelo primeiro jogo da Recopa Sul-Americana. O torneio se trata de uma final, em dois jogos, entre o campeão da Libertadores e o da Sul-Americana. 

Com uma arbitragem duvidosa, o Rubro-Negro empatou em 2 a 2 no Equador e tentará conquistar esse título no Maracanã. O que mais preocupou o clube e os torcedores foram as baixas de dois titulates muito importantes na conquista da Libertadores e Brasileiro em 2019. Rodrigo Caio sentiu dores no adutor e Bruno Hemrique sofreu lesão na perna em um choque com o goleiro do Del Valle, no lance em que saiu o primeiro gol do time brasileiro. 

Nesta quinta, os jogadores desembarcaram no Rio de Janeiro, mas poucos jogadores pararam para falar com a imprensa. Uma opinião foi unânime entre eles. Todos questionaram a arbitragem e o VAR da partida.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

O jogador mais requisitado passou direto e não deu nenhuma declaração. Os primeiros exames descartaram uma fratura na perna de Bruno Henrique, mas o atleta será reavaliado na capital carioca para determinar qual o tipo e extensão da lesão. Rodrigo Caio também passará por novos exames no CT.

Experiente, Rafinha falou sobre a polêmica do pênalti cometido por ele. Confira: 

Mesmo com o diagnóstico o prazo para retorno dos dois é incerto. Como é de praxe no clube, o departamento médico não divulga uma data de retorno dos lesionados aos gramados. 

Comentários