Futebol Brasileiro

Dirigente do Flamengo é diagnosticado com o novo coronavírus; contraprova sai sexta-feira

Maurício Gomes de Mattos, vice de Embaixadas e Consulados do Rubro-Negro, apresentou sintomas compatíveis com o COVID-19

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Maurício Gomes de Mattos (à direita) foi diagnosticado com o novo coronavírus(Divulgação)

Maurício Gomes de Mattos (à direita) foi diagnosticado com o novo coronavírus | Divulgação

Mais uma suspeita de contágio por coronavírus é investigada no Distrito Federal. Desta vez, o paciente que estaria infectado é Maurício Gomes de Mattos, vice-presidente de Embaixadas e Consulados do Flamengo. A suspeita surgiu nesta quinta-feira (12), quando ele atestou positivo para o primeiro teste.

O dirigente viajou para Brasília e deu entrada no Hospital Santa Luzia, na Asa Sul, na última quarta-feira (11). Impedido de voltar para o Rio de Janeiro, Maurício apresentou sintomas compatíveis com o do novo coronavírus, além de pressão alta. 

Após a realização de exames, o vírus foi detectado. O teste inicial deu positivo, mas o Flamengo ainda não confirma enquanto o resultado da contraprova não é disponibilizado. Um novo resultado sai nesta sexta-feira (13).

No final de fevereiro, Maurício Gomes de Mattos esteve na Espanha com Rodolfo Landim, presidente do clube, em visita ao Real Madrid.

Comentários