Futebol Brasileiro

Dirigente do Inter cogita terminar Brasileirão deste ano apenas em 2021

João Patrício Herrmann descarta mudança de formato e acredita que clubes do futebol brasileiro não vão abrir mão de disputar as 38 rodadas da competição

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Em meio à pandemia, há indefinição de como será disputado o Brasileirão 2020(Lucas Figueiredo / CBF)

Em meio à pandemia, há indefinição de como será disputado o Brasileirão 2020 | Lucas Figueiredo / CBF

Com o futebol paralisado em virtude da pandemia do novo coronavírus, a indefinição toma conta dos clubes em relações aos campeonatos do país. A principal delas é em relação ao Brasileirão, que muitos dirigentes já até cogitaram a mudança de fórmula. João Patrício Herrmann, vice-presidente do Conselho de Gestão do Internacional, vai na contramão disto.

O dirigente colorado, inclusive, fala até terminar o torneio em 2021 para não abrir mão das 38 rodadas de Campeonato Brasileiro. Em entrevista à Rádio Gaúcha, ele diz acreditar que as equipes dificilmente vão abdicar das receitas de patrocínio e das cotas de televisão.

"Não tenho nenhuma dúvida de que temos que jogar as 38 datas. Acho importante, pois é um compromisso firmado já com os patrocinadores e com a televisão. Claro que, para isso, enfrentaremos um sacrifício maior. Mas acho que o Inter e os demais clubes não vão abrir mão dessas receitas, que são importantes. Se o Brasileirão tiver que avançar até o Natal, Reveillón, 2021, eu acho que tem que avançar".

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

 
VAR aciona árbitro e anula gol de Paolo Guerrero

Comentários