Futebol Brasileiro

Dirigente revela que clubes brasileiros fizeram propostas a Arboleda após episódio da camisa do Palmeiras

Zagueiro equatoriano entrou em rota de colisão com a torcida após ter foto vazada vestindo a camisa do rival

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Arboleda entrou em rota de colisão com a torcida do São Paulo após polêmica(Thiago Calil/AGIF)

Arboleda entrou em rota de colisão com a torcida do São Paulo após polêmica | Thiago Calil/AGIF

A vida de Arboleda no São Paulo não foi nada fácil no começo deste ano. De férias em seu país natal, o equatoriano teve uma foto vazada na qual vestia a camisa do rival Palmeiras, levando os torcedores tricolores à fúria, com muitos pedindo sua saída do clube. E isso quase aconteceu.

Em entrevista à 'ESPN', o gerente de futebol do São Paulo, Alexandre Pássaro, revelou ter recebido propostas para o zagueiro de clubes do futebol brasileiro, que tentaram aproveitar o fato dele ter entrado em rota de colisão com a torcida.

“Nós tivemos algumas procuras de times brasileiros nesse momento, tentando levá-lo por empréstimo”, disse, relembrando do momento em que recebeu a notícia da publicação da foto nas redes sociais.

“Eu estava no Paraguai, em Assunção, para o sorteio da Libertadores. Quem me mostrou foi o Felipe Espíndola, assessor de imprensa. A primeira coisa que fiz foi ligar para o Arboleda. Liguei umas duas, três vezes, ele me atendeu na terceira. Ele pediu desculpa e em seguida falei com o Raí, e a gente ficou de conduzir isso no dia seguinte”, contou.

Entretanto, o caso foi na mesma madrugada que o goleiro Jean também se envolveu em confusão com sua ex-esposa, num hotel em Orlando, Estados Unidos.

“Na madrugada a gente teve o infeliz e reprovável caso do Jean. A gente tratou as coisas de forma paralela, acho que a gravidade da questão do Arboleda é grande, mas não se compara com o que aconteceu com o Jean. Acho que a gente conseguiu tratar as duas coisas com o tamanho que elas deveriam ser tratadas”, opinou.

 “A chance que a gente deu para o Arboleda foi de continuar. Se a gente percebesse que ele fosse mudar, não fosse se empenhar como sempre se empenhou e jogar como sempre jogou, esse assunto ainda estaria em aberto. Hoje a gente vê que o Arboleda teve um ato de inconsequência, de burrice talvez”, finalizou.

 
Pato canta música sobre marcar gol feita pela torcida do São Paulo em provocação ao Corinthians
Comentários