Futebol Brasileiro

Dracena se diz à disposição de Mano, mas admite incômodo com reserva no Palmeiras

Última partida de Edu Dracena pelo Palmeiras foi contra o Vasco, no dia 27 de agosto

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Edu Dracena ainda não atuou sob o comando de Mano Menezes(Cesar Greco/Agência Palmeiras)

Edu Dracena ainda não atuou sob o comando de Mano Menezes | Cesar Greco/Agência Palmeiras

A situação do zagueiro Edu Dracena não está muito confortável. Sem atuar pelo Verdão desde o dia 27 de agosto, no empate contra o Vasco, no Allianz Parque, o atleta admitiu que - apesar de respeitar a decisão do técnico Mano Menezes - se incomoda por ficar tanto sem jogar.

"É ruim. Acho que foi o tempo mais longo que fiquei sem jogar, sem contar as lesões. É ruim só ficar treinando, ir lá e só ficar no banco de reservas, mas eu estou pronto, estou treinando e quando ele (Mano Menezes) precisar, pode contar comigo. Sei que o futebol é assim. Isso de ficar no banco de reservas está acontecendo no final da minha carreira. Sempre fui titular em todos os clubes, mas é uma coisa sobre a qual venho aprendendo e com a qual venho sabendo conviver", disse o zagueiro em entrevista à 'TV Gazeta'.

Mesmo aos 38 anos, Dracena - que está no Palmeiras desde 2016 - afirma que ainda não pensa em um encerramento de ciclo.

"Não (está encerrando o ciclo). Eu estou ali esperando a minha oportunidade. Vou respeitar o Mano da melhor forma possível, os jogadores que estão lá. Na hora que ele precisar, estarei à disposição. Até porque sabemos que para um time ser campeão, não são apenas 11 jogadores e, sim, um elenco. E eu vou estar treinando forte, como sempre fiz na minha carreira, para estar à disposição quando ele precisar me usar".

Em 2019, Edu Dracena disputou apenas 16 partidas, todas elas ainda sob o comando de Felipão, sendo apenas cinco dessas no Campeonato Brasileiro. 

O próximo compromisso do Palmeiras será contra a Chapecoense, na quarta-feira (16), a partir das 21h (de Brasília), no Allianz Parque. Atualmente, o Verdão ocupa a vice-liderança do Brasileirão, com 50 pontos, oito atrás do Flamengo. 

 

Comentários