Futebol Brasileiro

Dunga rasga elogios ao Flamengo: 'Nove são de nível da Seleção'

Ex-técnico da seleção brasileira, Dunga elogiou muito o Flamengo e ainda afirmou que não pretende voltar a treinar no futebol brasileiro

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Dunga treinou a seleção brasileira entre 2006 e 2010 e 2014 a 2016(Claudio Villa/Getty Images)

Dunga treinou a seleção brasileira entre 2006 e 2010 e 2014 a 2016 | Claudio Villa/Getty Images

Capitão do tetracampeonato em 1994 e ex-técnico da Seleção, Dunga está impressionado com o Flamengo. O ex-treinador da Amarelinha rasgou elogios ao time treinado por Jorge Jesus, que está na liderança do Brasileirão e chegou à final da Libertadores goleando o Grêmio por 6 a 1 no placar agregado.

"É um Flamengo muito bom, faz um campeonato excelente. Do goleiro ao atacante, dos 11, nove são de nível da seleção brasileira, então isso é importante. O Flamengo parece muito com o Palmeiras da Parmalat, que contratou os melhores jovens e colocou dois ou três com experiência, e trouxe jogadores que fazem a diferença, trouxe jogadores para jogar. Gabigol, Bruno Henrique e Gerson são jogadores que desequilibram e com velocidade. Tem jogadores de criatividade e jogadores com vantagem do um contra um, que é característica do nosso futebol", disse em entrevista à 'Tv Verdes Mares'.

Sem assumir nenhuma equipe desde que foi demitido do comando da Seleção, em 2016, Dunga afirma que não pensa em voltar a trabalhar como treinador no futebol brasileiro e ainda aproveitou para comentar sobre o sucesso de treinadores estrangeiros no Brasileirão.

"Continuo trabalhando, viajando e fazendo palestras e trabalhos sociais, coisas que gosto muito. Sempre gostei muito de futebol, mas não pretendo ser técnico do futebol brasileiro. A Seleção eu tenho acompanhado pouco, acompanho mais o Campeonato Brasileiro e europeu. O Campeonato Brasileiro tem se destacado muito, vem sendo muito disputado. Acho muito interessante a questão dos técnicos estrangeiros, acho ótimo essa diversificação, mas temos que contextualizar tudo que falamos. Se ganha é bom, se perde é ruim. Teve outros técnicos estrangeiros que vieram, mas pegaram um momento difícil e acabou não dando certo".

Dunga comandou o Brasil na Copa do Mundo de 2010 | Getty Images

O técnico Dunga comandou a seleção em duas oportunidades. A primeira passagem foi entre 2006 e 2010, sendo encerrada após a queda do Brasil para a Holanda na Copa do Mundo. A segunda passagem foi entre 2014 - após a copa no Brasil - e 2016.

Comentários