Futebol Brasileiro

EXCLUSIVO: Edimar comenta sobre São Paulo, Jorge Jesus, Cruzeiro, Red Bull Bragantino e mais

Atualmente no Red Bull Bragantino, Edimar carrega currículo cheio de experiências

Avatar del

Por Priscila Senhorães

Edimar é titular na lateral esquerda do Red Bull Bragantino(Buda Mendes/Getty Images)

Edimar é titular na lateral esquerda do Red Bull Bragantino | Buda Mendes/Getty Images

O lateral esquerdo Edimar faz parte, atualmente, do grande projeto do Red Bull Bragantino em busca do topo do futebol brasileiro. Em entrevista exclusiva, o jogador conta suas impressões sobre o investimento do clube.

"Eu fiquei muito feliz ao ver esse projeto, porque, a nível de estrutura e planejamento, não perde nada para clube nenhum. Estão montando um elenco muito forte. Nunca trabalhei em um clube tão sério como o Red Bull Bragantino, o presidente é muito sério. Não vejo o clube devendo, a nível estrutural, para grandes clubes do Brasil. Acredito que vamos fazer grandes coisas nos campeonatos", revelou o jogador.

Antes de fechar sua ida para o clube do interior do Estado de São Paulo, o jogador esteve em um dos rivais do seu atual clube no Campeonato Paulista, o São Paulo. Ele conta também a pressão que enfrentou ao defender a camisa Tricolor em meio à seca de títulos.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

"Pegar um clube desse tamanho e brigar contra a zona de rebaixamento é muito difícil, a pressão é muito grande. Mas também vivi uma coisa muito especial relacionada à torcida, que abraçou muito o time. Fizemos jogos com mais de 60 mil pessoas no Morumbi. É um clube diferente e especial, guardo no meu coração. Mas realmente é muito difícil jogar no São Paulo, pela questão de não estar ganhando títulos. Quando ganhar um título, as coisas vão melhorar", disse Edimar, que opinou sobre o que falta ao São Paulo.

Edimar defendeu o São Paulo na temporada de 2017 e 2018 (Foto: Getty Images)

"Não é só a pressão que atrapalha, isso você tem em tudo lugar. A questão lá é realmente não conseguir ganhar um campeonato. Tem que parar de fazer reformulação, troca muito de treinador... se não tem planejamento a longo prazo, não tem como", finalizou.

Edimar carrega um grande currículo consigo, com experiências por mais de cinco países mundo afora. Dentre elas, duas passagens são marcantes para o jogador: Pelo SC Braga, onde teve sua contratação pedida por Jorge Jesus, atualmente no Flamengo, e Cruzeiro, clube que o revelou.

"Foi o Jorge Jesus que pediu minha contratação e foi uma experiência muito bacana. Ele me ensinou muitas coisas. Realmente ele tem uma personalidade muito forte, a maneira como ele cobra o atleta é um pouco diferente, tanto tecnicamente e taticamente como pessoa também. É realmente um dos melhores treinadores que eu já trabalhei", revelou Edimar.

Sobre a Raposa, o jogador comentou como foi acompanhar o rebaixamento do clube que o revelou para o mundo do futebol de longe em 2019 e, em contrapartida, ver seu colega Jorge Jesus levar o Flamengo para outro patamar.

"O Cruzeiro é um clube que tenho carinho muito grande. Ver o Cruzeiro cair me deixou extremamente triste  porque é um clube gigante e ficou nessa situação por causa da gestão. Quando não tem planejamento e gestão capacidade, as coisas não dão certo mesmo", disse Edimar, que finalizou: "Acho que o resultado vai muito da gestão. O Cruzeiro nunca atrasou salário, ano passado foram muitos meses assim. O Jorge Jesus pegou um Flamengo com muitos nomes de qualidade e ótima gestão, hoje o Flamengo é modelo de clube a ser seguido".

Edimar está no Red Bull Bragantino desde o início de 2019, somando 32 jogos e três gols marcados.

 
Artur revela que plano de carreira apresentado pelo Red Bull Bragantino envolve ir para o RB Leipzig, da Alemanha
Comentários