Futebol Brasileiro

EXCLUSIVO: Júnior Tavares revela bastidores da demissão de Rogério Ceni do São Paulo

Lateral esquerdo foi o jogador que mais atuou sobre o comando de Rogério Ceni no São Paulo

Avatar del

Por Priscila Senhorães

Júnior Tavares foi promovido ao profissional do São Paulo pelo técnico Rogério Ceni(Érico Leonan/saopaulofc.net)

Júnior Tavares foi promovido ao profissional do São Paulo pelo técnico Rogério Ceni | Érico Leonan/saopaulofc.net

Júnior Tavares, hoje no Portimonense, de Portugal, foi um dos grandes destaques do time do São Paulo no ano de 2017, quando Rogério Ceni assumiu o comando da equipe.

Naquela oportunidade, Ceni passou meia temporada à frente do Tricolor, mas foi demitido após instabilidade no Campeonato Brasileiro.

Em entrevista exclusiva, Júnior Tavares relembra os bastidores do dia em que a demissão do treinador aconteceu.

"A saída dele pegou todo mundo de surpresa, ninguém esperava. Era mais um dia normal em que ele chegou para treinar a gente, e antes do treino ele teve uma reunião. Aí ele voltou pra falar com a gente com os olhos cheios de lágrimas e a gente sem entender nada", comentou Júnior Tavares, que relembrou o momento em que o treinador avisou os jogadores do desligamento.

"Ele falou: 'Olha, eu quero agradecer tudo que vocês fizeram por mim. Eu amo isso aqui de coração, mas estou me desligando do clube'. Ninguém entendeu. Os jogadores mais velhos, que jogaram junto com ele antes, Rodrigo Caio, João Schmidt, etc, os caras choraram junto com ele, eles se abraçaram na hora. A gente teve um abraço coletivo e dali em diante ele acabou se desligando total do clube. Foi uma surpresa", finalizou o lateral esquerdo.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

No comando do São Paulo, Rogério Ceni somou 37 jogos disputados, sendo 14 vitórias, 13 empates e dez derrotas. Além disso, conquistou o torneio de verão Flórida Cup no início de 2017.

 
Sidão diz que pressão por substituir Rogério Ceni e falta de títulos complica vida de goleiros no São Paulo
Comentários