Futebol Brasileiro

EXCLUSIVO: Palmeiras e Nacional-URU chegam a acordo para pagamento da primeira parcela de Matías Viña

Clube uruguaio aceitou receber os cerca de 500 mil euros divididos mensalmente até o pagamento da terceira e última parcela de compra dos direitos de Viña

Avatar del

Por Redacción Esporte Interativo

Matías Viña sendo apresentado no Palmeiras(Cesar Greco/Ag. Palmeiras)

Matías Viña sendo apresentado no Palmeiras | Cesar Greco/Ag. Palmeiras

As diretorias de Palmeiras e Nacional-URU chegaram a um acordo para o pagamento dos últimos 30% da primeira parcela de compra do lateral esquerdo pelo clube paulista. De acordo com a apuração da reportagem do Esporte Interativo, o acordo prevê a diluição dos cerca de 500 mil euros (cerca de três milhões de reais na cotação atual) nos próximos quatro meses, quando o Palmeiras deve realizar o pagamento da terceira e última parcela acertada em contrato.

O jogador foi contratado por 3,5 milhões de euros (na cotação da época, 16,5 milhões de reais) e a primeira parcela, que seria paga em abril, não foi cumprida integralmente, restando 30% a pedido do próprio Palmeiras. Os uruguaios aceitaram em um primeiro momento, mas a crise econômica fez com que a diretoria do Nacional-URU requisitasse o valor no fim de maio. Com as outras duas parcelas de 1 milhão de euros previstas apenas para agosto e setembro desse ano e a crise diminuindo receitas, o acordo previu que os 500 mil euros serão parcelados até setembro.



O lateral esquerdo Matías Viña, de 22 anos, é formado nas categorias de base do Nacional-URU e fez sua estreia pelo Palmeiras em fevereiro desse ano, acumulando seis partidas com a camisa do clube, todas como titular do técnico Vanderlei Luxemburgo. Durante a paralisação do futebol, voltou ao Uruguai, mas já tem a documentação em mãos para retornar ao Brasil, podendo chegar nesse final de semana, ainda que não haja previsão para o retorno do futebol no país.

 
Luiz Adriano rasga elogios a Luxemburgo: 'Dá aula pra gente'
Comentários