Futebol Brasileiro

EXCLUSIVO! Representante que iniciou negociação de Sampaoli com o Palmeiras é gerente do Santos

Gabriel Andreata, atual gerente de futebol do Santos, foi um dos intermediários entre Sampaoli e o Palmeiras na negociação em andamento pela possível transferência do treinador para o Alviverde

Avatar del

Por Rodrigo Fragoso e André Galvão

Gabriel Andreata, gerente de futebol do Santos, conhece Sampaoli há 15 anos(Divulgação)

Gabriel Andreata, gerente de futebol do Santos, conhece Sampaoli há 15 anos | Divulgação

Sampaoli jamais mentiu nas entrevistas coletivas: ele nunca conversou com o Palmeiras. Porém, representantes do treinador já ouviram o clube paulista e um dos escolhidos pelo argentino foi, curiosamente, Gabriel Andreata, o atual gerente de futebol do Santos Futebol Clube.  Ele conhece Jorge Sampaoli há mais de 15 anos, de quando trabalharam juntos no Coronel Bolognesi, do Peru. A chegada de Andreata ao Santos foi um pedido do treinador.

De acordo com informações da reportagem do Esporte Interativo, Gabriel Andreata foi o primeiro a conversar com o Palmeiras nas últimas duas semanas. Ainda de acordo com a apuração da reportagem, José Carlos Peres já acumula relação desgastada com o profissional.

Na última quinta-feira, como foi publicado pelo 'UOL', uma reunião com representantes do treinador aconteceu em São Paulo. A reportagem do Esporte Interativo também conseguiu apurar que André Cury, outro grande empresário do futebol brasileiro, entrou no circuito para auxiliar Gabriel Andreata nas negociações que já envolvem o departamento jurídico do Palmeiras para acordar detalhes finais do contrato. As conversas foram muito positivas e o Palmeiras já sente que poderá contar com o treinador para a próxima temporada. Entretanto, existe um temor de que, com as informações vazando antes do término do Brasileirão, Sampaoli se irrite com a condução, o que poderia gerar uma possível mancha em sua imagem.

Assista ao Brasileirão no EI Plus!

A multa para rescisão contratual do técnico Jorge Sampaoli em 2019 gira em torno de 10 milhões de reais e cairia para 2,5 milhões de reais em 2020. Porém, de acordo com informações dos bastidores do Santos, ficou decidido em uma reunião no meio do ano a retirada da multa que deveria ser paga em caso de saída do treinador no ano que vem, a pedido do próprio Sampaoli. O fato se deu em meio a insatisfação do técnico com a gestão do clube.

Procurado pelo Esporte Interativo antes da publicação da matéria, Gabriel Andreata não atendeu aos telefones e pedidos de comentário por mensagens. Após a publicação da reportagem, o gerente de futebol, por meio da assessoria do Santos, procurou o Esporte Interativo e negou a informação.

"Não sou e nunca fui representante do Jorge Sampaoli. É preciso ter responsabilidade quando envolve o nome de uma pessoa publicamente. É incompatível com a minha função. Causa estranheza uma informação completamente equivocada às vésperas de um jogo que vale a vice-liderança do campeonato", afirmou, também por meio da assessoria de imprensa do Peixe.

O presidente do Santos, José Carlos Peres, também foi procurado para comentar a situação, mas não atendeu à reportagem.

Comentários