Futebol Brasileiro

EXCLUSIVO: Resiliência foi o que colocou o São Paulo no caminho certo, diz Luan

Em entrevista exclusiva, volante do Tricolor comentou sobre quarentena, fase do São Paulo e futuro

Avatar del

Por Priscila Senhorães

Luan subiu ao profissional do São Paulo em 2018(Bruno Riganti/AGIF)

Luan subiu ao profissional do São Paulo em 2018 | Bruno Riganti/AGIF

Há quase cinco meses, o São Paulo apostou em um novo método buscando acabar com a seca de títulos. Dessa vez, grandes mudanças não foram feitas no elenco, e o treinador foi mantido. 

Ainda assim, o começo de ano pareceu instável. Foram partidas abaixo e questionamentos por parte da torcida. Luan, em entrevista exclusiva, conta o processo que o clube teve para não deixar abater e voltar a ter bons resultados.

"Quando as coisas não estavam acontecendo a gente se manteve firme. Nos reunimos e falamos pra continuarmos nosso trabalho e não fugirmos daquilo que treinamos todos os dias. Foi resiliência por parte da nossa equipe de acreditar no trabalho do professor Diniz. Tivemos pensamento positivo o tempo todo e conseguimos sair da má fase", revela o volante do São Paulo, que teve a boa fase interrompida pela pandemia do novo coronavírus.

"Nossa equipe estava bem entrosada, conseguindo o que o professor Diniz queria tanto. Mas infelizmente veio a pandemia e não temos que pensar em futebol agora. Só temos que esperar para quando voltar aos trabalhos a gente retorne perto de onde a gente parou", disse Luan.

Uma das grandes ambições do clube e do torcedor Tricolor na temporada é voltar a conquistar títulos e ter uma boa campanha na Copa Libertadores, paixão do São Paulo. Para isso, o time pode precisar bater de frente com duas equipes difíceis de serem batidas: Flamengo e River Plate.

"Uma equipe como o São Paulo, da grandeza do São Paulo, três vezes campeão da Libertadores, três vezes campeão mundial, não pode temer a jogar com alguma equipe. Claro que essas duas têm seus méritos, têm história, são grandes equipes. Mas vamos nos preparar para quando chegar essa oportunidade de enfrentar eles, dar o nosso melhor e sairmos vencedores", afirmou.

Liziero, Igor Gomes e Luan são jogadores Made In Cotia (Foto: Instagram @luan08)

Luan faz parte dos jogadores formados na base do São Paulo e que tiveram a chance de subir ao profissional. O volante é um dos destaques dos que passaram por essa transição, ao lado de Igor Gomes, Liziero, Antony, entre outros. O jogador conta a importância de ter atletas experientes ao seu lado nesses momentos.

"É muito importante esses jogadores experientes. Sempre falei da minha chegada, agradeço muito a um jogador especial que foi o Diego Souza. No meu primeiro jogo como titular ele me deu tranquilidade, me passou confiança, falou que se eu errasse ele estaria comigo, todos estariam ali para me apoiar", contou o atleta, que subiu ao profissional do São Paulo em 2018.

"Hoje tem Dani Alves, Pato, Hernanes, Juanfran... é muito importante estar com jogadores que são referências mundiais, todo treino eu procuro estar absorvendo e aprendendo o máximo com eles. A experiência que eles tiveram no futebol mundial com certeza vai ajudar na minha carreira, que está apenas começando".

Luan conta com o jogador mais vencedor do futebol mundial ao seu lado no São Paulo (Foto: Instagram @luan08)

Perto de completar 21 anos, Luan chegou ao São Paulo em 2011, ainda com 11 anos. Passou oito anos se formando nas categorias de base do São Paulo, até ser convocado por Diego Aguirre para o profissional, na temporada de 2018.

O São Paulo é tudo na minha vida. Foi o clube que abriu as portas pra mim. O amor que eu tenho por essa camisa é muito grande"

Justamente pela identificação que o atleta tem com o clube paulista é que ele descarta traçar metas fora do clube nesse momento, como uma ida a Europa.

"Meu maior desejo é conquistar títulos com essa camisa para essa torcida. O segundo desejo é chegar na seleção brasileira, na olímpica. As demais coisas vão acontecendo naturalmente. Não procuro pensar agora se quero ir para a Europa jogar em algum clube", frisou o volante, que contou qual jogador é sua maior inspiração no futebol.

"Na minha posição o jogador que eu me inspiro é o Casemiro, que é o atual volante da Seleção. E também por ele ter seguido os passos dele na base do São Paulo. Chegou no profissional, foi pra seleção brasileira e depois chegou na Europa em uma grande equipe, que é o Real Madrid".

Pelo São Paulo, Luan soma 44 jogos profissionais. São 20 vitórias, 16 empates e oito derrotas. Desse número, o jogador foi titular em 36 oportunidades.

 
EXCLUSIVO! Daniel Alves diz que São Paulo tem mesmos conceitos do futebol europeu e brigaria nas principais ligas
Comentários