Futebol Brasileiro

EXCLUSIVO! 'Se acontecer uma renovação, ficarei muito feliz', diz Love

Com o fim do contrato com o Corinthians no final deste ano, Vagner Love pensa em renovação, mas salienta que há outras preocupações neste momento

Avatar del

Por Ana Paula Cerveira

O contrato do atacante vai até o final de 2020(Marcello Zambrana/AGIF)

O contrato do atacante vai até o final de 2020 | Marcello Zambrana/AGIF

Artilheiro do time junto ao seu companheiro Gustagol, com 12 tentos, e o terceiro jogador que mais entrou em campo: este foi Vagner Love, em 2019. Mesmo com a paralisação ocasionada pelo novo coronavírus, o objetivo do atacante é retomar as chances que teve no ano passado. 

"Ano passado tive muitas oportunidades, joguei muitos jogos. Espero que esse ano eu consiga manter esse mesmo ritmo, um nível bom de treinos e jogos, ter uma boa sequência e fazer os gols necessários para ajudar o Corinthians nessa temporada", disse Love, em entrevista exclusiva ao Esporte Interativo

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

O contrato do atual camisa do 9 do Timão vai até o final do ano. Esperando uma renovação, ainda não houve conversa, mas o jogador entende que a preocupação, no momento é outra.

"Acho que nem é o momento de se falar sobre isso. Muitas coisas teremos que resolver daqui pra frente. Mas se acontecer uma renovação, uma conversa, eu ficarei muito feliz, muito grato."

O principal ponto de relevância, dada a situação global imposta pela pandemia, é de cautela. Para muitos jogadores, a volta ao gramado acontecerá quando todas as medidas de segurança para com os atletas e seus familiares estiverem bem estabelecidas. Isso não é diferente para Love.

"No meu modo de ver, teria que voltar apenas na certeza de que nós e nossa família não correremos risco. Temos que respeitar esse momento e aguardar para as coisas voltarem, não só nosso trabalho, mas todos. Todo mundo quer voltar, quer ter seu cotidiano, mas precisamos ter segurança para que esse vírus não se espalhe ainda mais", explicou. 

 
Em quadro, Sheik responde quem é maior ídolo do Corinthians e maior polêmica da carreira
Comentários