Futebol Brasileiro

Edilson admite desejo de voltar ao Grêmio: 'Vou me reapresentar no Cruzeiro e tentar minha liberação'

Alvo de críticas dos torcedores e com salários acima do teto estipulado pelo Cruzeiro, lateral não deve encontrar dificuldades para deixar o clube mineiro 

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Edilson se destacou na última passagem pelo Grêmio(Lucas Uebel/Getty Images)

Edilson se destacou na última passagem pelo Grêmio | Lucas Uebel/Getty Images

Campeão da Libertadores pelo Grêmio em 2017, Edilson pode retornar para Porto Alegre nesta temporada. O clube tricolor tem interesse na contratação do lateral-direito, que admitiu também querer voltar ao ex-time. Em entrevista à "Rádio Liberdade", o jogador afirmou que se reapresentará no Cruzeiro, mas que tentará a liberação. O atleta reforçou o carinho pela equipe gaúcha e disse ser um bom momento para voltar para casa.

Seria muito bom retornar ao Grêmio. Mas hoje tenho contrato com o Cruzeiro, vou me reapresentar e tentar minha liberação lá. Tenho um desejo de retornar ao Grêmio, sim.

"Casa eu já tenho em Porto Alegre. Mas independentemente de tudo, tenho que voltar para Belo Horizonte, tenho contrato com o Cruzeiro. Tenho que me apresentar. De repente, posso retornar. Mas isso o Gilmar Veloz (empresário) vai conversar com o Klauss (diretor de futebol do Grêmio). Mas a vontade sempre deixei claro, por ter um carinho muito grande pelo Grêmio, é de um dia retornar. E esse seria um grande momento, por tudo o que vem acontecendo”, disse.

Edilson tem o aval do técnico Renato Gaúcho para voltar ao Grêmio. O que pesa a favor do Tricolor é o fato de o Cruzeiro ter sido rebaixado e estar cortando custos. O clube mineiro estipulou o teto salarial para 2020 em R$ 150 mil, bem abaixo aos vencimentos do lateral-direito. 

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

No atual elenco do Grêmio, Renato Gaúcho tem à disposição para o setor Victor Ferraz, recém-contratado junto ao Santos, além de Leonardo, que passou por cirurgia no joelho e só voltará no segundo semestre. Léo Moura e Rafael Galhardo deixaram o clube ao fim de 2019. 

 
Comentários