Futebol Brasileiro

Entenda por que Corinthians pode entrar para a história da Libertadores se passar pelo Guaraní

Time comandado por Tiago Nunes enfrenta a equipe paraguaia na Arena, às 21h30 (de Brasília), buscando algo inédito desde 2017: brasileiro revertendo um confronto na 2ª fase prévia da Libertadores

Avatar del

Por Leonardo Ferreira

Corinthians perdeu o jogo de ida,no Paraguai, por 1 a 0 e tenta reverter o confronto(Getty Images)

Corinthians perdeu o jogo de ida,no Paraguai, por 1 a 0 e tenta reverter o confronto | Getty Images

O Corinthians entra em campo nesta quarta-feira (12), às 21h30 (de Brasília), na Arena, com uma dura missão: reverter o placar de derrota por 1 a 0 no jogo de ida da Libertadores da América, diante do Guaraní, do Paraguai. E, se depender do retrospecto recente, os comandados de Tiago Nunes terão trabalho redobrado para entrar para a história da principal competição continental sul-americana.

Isso porque desde a mundança para o formato atual, de três etapas antes dos grupos, em 2017, nenhum brasileiro conseguiu se classificar após perder a partida de ida da 2ª fase prévia do torneio.

Foram dois casos: Chapecoense, em 2018, e São Paulo, em 2019.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Os catarinenses, à ocasião, acabaram derrotados por 1 a 0 para o Nacional, na Arena Condá e dificultaram a missão para a volta, no Uruguai. Um novo revés pelo mesmo placar acabou com o sonho do Verdão do Oeste de seguir na Libertadores.

Já o São Paulo foi surpreendido pelo modesto Talleres, da Argentina, com uma derrota por 2 a 0, em Córdoba. Sem conseguir sair do zero no Morumbi, o time então treinado por André Jardine acabou eliminado do certame internacional.

Vale lembrar que foram contabilizadas apenas as não-classificações de equipes que não conseguiram reverter um revés na ida da 2ª fase prévia. Há casos, por exemplo, de brasileiros que avançaram após empatarem ou mesmo vencerem as primeiras partidas do confronto.

Entretanto, não são apenas os clubes brasileiros que têm dificuldade para conseguirem tal feito. No levantamento feito pelo Esporte Interativo, só quatro dos 24 confrontos da 2ª fase prévia foram "virados" desde 2017. Foram eles:

- Independiente del Valle (Equador) x Olimpia (Paraguai) - equatorianos perderam primeiro jogo por 1 a 0 e venceram o segundo por 3 a 1; 2017

- Deportivo Capiatá (Paraguai) x Universitario (Peru) - paraguaios perderam primeiro jogo por 3 a 1 e venceram o segundo por 3 a 0; 2017

- Carabobo (Venezuela) x Guaraní (Paraguai) - paraguaios perderam primeiro jogo por 1 a 0 e venceram o segundo por 6 a 0; 2018

- Olimpia (Paraguai) x Junior Barranquilla (Colômbia) - colombianos perderam primeiro jogo por 1 a 0 e venceram o segundo por 3 a 1; 2018.

Para se classificar à 3ª fase prévia da Libertadores da América, o Corinthians terá de vencer por dois ou mais gols de diferença. Se ganhar pelo mesmo resultado da ida, a partida irá para as penalidades máximas. Qualquer empate é do Guaraní.

Caso avance, a equipe do Parque São Jorge terá pela frente quem passar de Palestino, do Chile, e Cerro Largo, do Uruguai.

 

Comentários