Futebol Brasileiro

Ex-Atlético, Maicon Bolt cobra R$ 20 milhões do clube na Justiça

Discussão entre as partes gira em torno do tempo de contrato do atacante

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Maicon Bolt em ação pelo Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro do ano passado(Getty Images)

Maicon Bolt em ação pelo Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro do ano passado | Getty Images

Após dois meses do seu desligamento do Atlético-MG, o atacante Maicon Bolt continua cobrança o clube na Justiça do Trabalho. Depois de acionar a instituição depois da sua saída, cobrando cerca de R$ 12 milhões, o profissional, junto aos seus advogados, aumentou a cobrança para um valor que gira em torno de R$ 20 milhões. A informação inicial foi divulgada pelo 'Globo Esporte'.

Maicon cobra a rescisão indireta do seu contrato com o Galo mineiro. O atleta diz que seu vínculo se encerraria no final de 2021, enquanto o Atlético contra argumenta que o compromisso iria até dezembro de 2020 e, por isso, dispensou Bolt por 'não produzir os resultados contratuais esperados'. Neste momento, o processo corre em segredo de justiça.

Ele também quer dos atleticanos, valores referentes ao salário de janeiro, direitos de imagem entre novembro de 2019 e janeiro de 2020, além de FGTS, 13º salário proporcional, luvas, premiações, rescisão do contrato, multas e indenização. No entedimento do staff do jogador, o vínculo só poderia ser rompido amigavelmente a partir de dezembro de 2020, caso o atacante não tivesse uma assiduidade no time titular por percentual pactuado no contrato de trabalho.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Em Belo Horizonte, entrou em campo 27 vezes em 2019 e apenas uma vez nesta temporada. Marcou somente dois gols e não correspondeu em nenhum momento a expectativa depositada sobre ele pela diretoria e pelos torcedores em sua chegada, no início do ano passado.

 
Walter Feldman diz que futebol brasileiro não tem prazo para voltar
Comentários