Futebol Brasileiro

Ex-presidente do Atlético-MG, Kalil dispara contra Sette Câmara: 'Não consegue me esquecer'

Relacionamento entre Kalil e Sette não é dos melhores, e dupla trocou farpas nos últimos dias 

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético((Foto: Reprodução))

Alexandre Kalil, ex-presidente do Atlético | (Foto: Reprodução)

O clima esquentou na política do Atlético-MG. Nos últimos dias, Sérgio Sette Câmara quitou a dívida feita por Alexandre Kalil em 2014, na contratação de Maicosuel, e criticou os gastos do ex-presidente. O montante pago foi de mais de R$13 milhões, com ajuda da MRV Engenharia e do Banco BMG. Em seu Twitter, o atual mandatário pediu 'obrigado' aos parceiros, o que gerou crítica de Kalil. 

“Aquilo foi uma jogadinha. Muito obrigado e tal. Obrigado o quê? É de graça? Então fala: 'Está doado'. É isso que eu fiquei com raiva. Jogou o Maicosuel no meu colo? Que isso?! Vamos respeitar! Obrigado é quando papai me dava mesada. Não tem obrigado, não”, disse em entrevista à ESPN. 

“No Atlético eu posso rivalizar com Elias Kalil, com Nelson Campos (ex-presidentes). Não tenho que rivalizar com ninguém do Atlético, não. E eu já saí de lá tem uma eternidade. Ele (Sette Câmara) que não consegue me esquecer”, completou.

Não é novidade o racha entre Sette Câmara e Alexandre Kalil. No fim do ano passado, Kalil faltou à eleição da presidência do Conselho Deliberativo do Atlético-MG e deu sinais que o relacionamento não era dos melhores. A situação piorou de vez quando Felipe Kalil, filho do ex-presidente, deixou o clube neste ano. 

 
Comentários