Futebol Brasileiro

Felipe Melo zoa o Corinthians: 'Pode pedir empréstimo que a gente empresta para pagar a luz'

O volante Felipe Melo participou de transmissão ao vivo idealizada pelo Palmeiras e pela Crefisa e, além da brincadeira, também disse que não pretende deixar o Verdão e falou sobre obsessão para conquistar Libertadores e Paulista

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Felipe Melo também garantiu que não pensa em deixar o Palmeiras(Getty Images)

Felipe Melo também garantiu que não pensa em deixar o Palmeiras | Getty Images

Em transmissão ao vivo no Instagram do Palmeiras, em conjunto com a patrocinadora do clube, a Crefisa, Felipe Melo provocou o Corinthians falando sobre o recente corte que o clube teve por conta da falta de pagamento da conta de luz no Parque São Jorge.

Olha que eu estou vendo que tem gambá na live, hein? Pode pedir empréstimo que a gente empresta para pagar a luz, está tranquilo", afirmou.

O jogador também disse que tem o título da Libertadores como obsessão e garantiu que, além do torneio continental, tem como objetivo conquistar o Paulistão.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

"É claro que a Libertadores é uma obsessão. Hoje, como capitão da equipe, se torna mais do que uma obsessão. É um sonho de fazer com o que o nosso amado Palmeiras volte a levantar o troféu almejado por todos. Mas o próximo título é sempre vai ser mais almejado e mais importante, e o próximo que temos é o Paulistão. Quero ter no meu currículo o título paulista, o regional mais difícil do país. Os jogadores das equipes consideradas menores vão todos para grandes clubes, de primeira e segunda divisão. Com certeza, é muito importante ganhar esse Paulista", garantiu.

Ídolo do Galatasaray, da Turquia, o jogador disse que gostaria de se aposentar no clube, mas que poderia fazer apenas um jogo de despedida lá, afirmando que não pensa em sair do Palmeiras.

"Eu tenho dois clubes que são que gostaria de me aposentar. O Galatasaray, que é um clube que está no meu coração, fiz história. Tenho um carinho muito grande. E tem o Palmeiras. Há pouco tempo, falei que amo o Palmeiras. Seria muito cômodo beijar o símbolo quando cheguei, mas beijo hoje porque amo o Palmeiras. Abriu uma porta importante para eu voltar ao cenário do futebol brasileiro, me deu um título importante e esteve comigo nos momentos mais difíceis da minha carreira, quando estive com um pé fora do clube, e isso me fez amar o clube. É muito difícil voltar para o Galatasaray, não tenho vontade de voltar a jogar na Europa. Fui homenageado lá no ano passado e recebi um carinho incrível, que é recíproco. Quem sabe, apenas um jogo lá. Mas não penso em sair do Palmeiras. Comprei casa em São Paulo e não paguei pouco na casa. Não penso em sair, não", afirmou.

 
Mattos diz que lei tem que se adaptar à realidade do futebol: 'Se não, Corinthians está certo'
Comentários