Futebol Brasileiro

Fluminense volta a jogar pelo Campeonato Carioca sob protestos

Postura tricolor foi reforçada em postagens do clube, do presidente Mario Bittencourt e também pelos jogadores na subida ao campo do estádio Nilton Santos

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Camisa que o Fluminense jogou com homenagem aos profissionais de saúde(Thiago Ribeiro/AGIF)

Camisa que o Fluminense jogou com homenagem aos profissionais de saúde | Thiago Ribeiro/AGIF

Neste domingo (28), o Fluminense reestreou no Campeonato Carioca após a paralisação devido à pandemia do novo coronavírus.  E o Tricolor reforçou sua posição contrária ao retorno protestando durante todo o dia. Nas redes sociais e no campo, os cariocas deixaram claro sua insatisfação em jogar. 

Antes de a bola rolar, o Flu, em suas contas oficiais, agradeceu ao Botafogo por ceder o Nilton Santos (a instituição se recusou a jogar no Maracanã por conta de existir um hospital de campanha no combate à Covid-19 ao lado do estádio) e também por estar junto com ele na 'luta' contra a volta do Estadual. 

 
Depois, foi a vez do presidente tricolor, Mario Bittencourt, protestar em seu Instagram. O mandatário afirmou que pela primeira vez sairia de casa triste por ver um jogo da sua equipe do coração e falou que os times estão sendo obrigados a jogar sem nenhum tipo de segurança.
 
 
 
 
"Mais uma triste página da história do futebol do Rio de Janeiro, já tão combalido e defasado. Atletas infectados, clubes de menor investimento sem condições de cumprir o tal protocolo e todos, todos nós em risco de contaminação".
 
 
Na subida ao campo, os jogadores titulares levaram ao centro do gramado uma faixa agradecendo todos os profissionais de saúde envolvidos na batalha contra a pandemia. Eles também vestiam uma camisa preta em sinal de luto e manifestação. 
 
 
 
Washington Coração Valente faz coro na campanha para Thiago Silva voltar ao Fluminense
Comentários