Futebol Brasileiro

Gre-Nal é o segundo jogo com mais expulsões na história da Libertadores

Jogadores de Grêmio e Internacional protagonizaram uma briga generalizada no fim da partida

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Jogadores de Grêmio e Inter brigaram no fim da partida I Foto: Jeferson Guareze/AGIF

Jogadores de Grêmio e Inter brigaram no fim da partida I Foto: Jeferson Guareze/AGIF

O primeiro Gre-Nal da Libertadores vai ficar marcado por uma estatística nada positiva. O clássico, que terminou sem gols, foi o segundo jogo com mais expulsões na história da competição continental.

Nos minutos finais, uma briga generalizada entre jogadores dos dois clubes paralisou a partida. O árbitro Fernando Rapalini observou tudo de longe e, por fim, apresentou o cartão vermelho para Caio Henrique, Pepê, Luciano e Paulo Miranda (Grêmio), e Víctor Cuesta, Moisés, Edenílson e Praxedes (Inter).

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

A partida com mais expulsões na história da Libertadores foi Boca Juniors x Sporting Cristal, pela fase de grupos de 1971. Na ocasião, foram apresentados 19 cartões vermelhos. Diversos jogadores foram parar no hospital e outros na delegacia. Por fim, apenas Sánchez e Meléndez, do Boca, e Rubiños, do Sporting Cristal permaneceram em campo.

 
Exclusivo: João Félix define classificação do Atlético como um 'feito histórico'
Comentários