Futebol Brasileiro

Guerrero evita falar sobre interesse do Boca Juniors e projeta 2020 no Inter

'Sempre vai ser o melhor para o Inter e para mim. Tenho contrato, mais dois anos', destacou o atacante peruano

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Guerrero evitou falar sobre o interesse do Boca Juniors I Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

Guerrero evitou falar sobre o interesse do Boca Juniors I Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

Um dos nomes cotados para vestir a camisa do Boca Juniors na próxima temporada, Paolo Guerrero evitou falar sobre o interesse do clube argentino e já projeta 2020 no Internacional. O atacante concedeu uma entrevista coletiva após o treino desta segunda-feira (2), no CT do Parque Gigante.

“Não tenho nada para falar. Estou focado nos últimos jogos, temos objetivo a cumprir. Com o resultado de ontem (1) melhorou as coisas, então o que a gente quer é entrar diretamente na Libertadores. Temos um jogo difícil na quarta-feira (4). Temos que buscar os três pontos. Estamos muito focados. Do outro, não tenho nada a falar. Pertenço ao Inter. Sou muito grato ao Inter. Não tenho nada para falar a respeito”.

O peruano também destacou a gratidão que sente pelo Colorado. Na coletiva, afirmou que a decisão sobre uma possível mudança na próxima temporada vai ser pensada em conjunto com o clube gaúcho.

“A gratidão é muito grande que eu tenho pelo Inter. Sempre é um fator importante na hora da decisão, mas como falei depois do jogo contra o Botafogo, qualquer decisão vai depender de mim e do Inter. Sempre vai ser o melhor para o Inter e para mim. Tenho contrato, mais dois anos. Por agora, não tenho nada para pensar”.

Quer ganhar um vale-presente de R$100,00 para comprar qualquer produto na Americanas.com? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos. É grátis!

O Intercional está na 7ª colocação no Brasileirão, a três pontos do São Paulo, o último na zona de classificação para a fase de grupos da Libertadores. O Colorado volta a campo justamente contra o clube paulista nesta quarta-feira (4), às 21h30 (de Brasília), no Morumbi.

Comentários