Futebol Brasileiro

Gustavo Henrique admite preferir jogar na Vila Belmiro: 'É a casa do Santos'; Peres cita prejuízo

Entre janeiro e junho, Santos teve 11 jogos no Pacaembu como mandante. Jogadores e diretoria divergem sobre preferência

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Gustavo Henrique afirma que Vila Belmiro é a casa do Santos(Miguel Schincariol / Getty Images)

Gustavo Henrique afirma que Vila Belmiro é a casa do Santos | Miguel Schincariol / Getty Images

Que o Santos possui duas "casas" no Estado de São Paulo é de conhecimento geral. Só no ano de 2019, o Peixe teve 11 jogos como mandante no Pacaembu, sempre levando grandes públicos para o estádio municipal.

No entanto, é na Vila Belmiro que os jogadores se sentem mais confortáveis, mesmo lugar onde a equipe de Jorge Sampaoli bateu o Palmeiras na noite de ontem (09) por 2 a 0, fazendo as pazes com a torcida.

Pelo clima, pelo ambiente, pela história do estádio. É um verdadeiro alçapão, adversário sente muito. Gostamos do Pacaembu, mas casa do Santos é a Vila Belmiro.

A declaração é do camisa 6 do Peixão, Gustavo Henrique, após a vitória no clássico. No entanto, horas antes da partida, o presidente do Santos, José Carlos Peres, havia citado o prejuízo de mandar os jogos na Vila Belmiro e não no Pacaembu.

É um grande prejuízo. Se fosse no Pacaembu, garantiríamos 35 ou até 40 mil pagantes. Na Vila Belmiro é 12 mil. A diferença é grande, mas é um pedido do Sampaoli e respeitamos. Continuamos negociando por jogos no Pacaembu

No fim da partida, o Santos teve uma renda bruta de R$ 592.000,00, mas saiu com os três pontos dentro da mochila, deixando o rival Palmeiras para trás na tabela de classificação.

  • SANTOS
Comentários