Futebol Brasileiro

Inter de Milão sonda Soteldo; Santos pede R$ 190 milhões

Presidente do Peixe relembra chateação que teve com time italiano após negociação frustrada com Gabriel Barbosa

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Soteldo tem 12 gols em 59 jogos pelo Santos(Getty Images)

Soteldo tem 12 gols em 59 jogos pelo Santos | Getty Images

Em alta no futebol brasileiro, Yeferson Soteldo, do Santos, começou a chamar atenção da Europa. A Inter de Milão entrou em contato com o Santos para perguntar quanto custaria uma negociação com o venezuelano. A resposta do presidente José Carlos Peres foi na ordem dos 35 milhões de euros (R$ 190 milhões), mas parece ter assustado os italianos. Quem confirmou a informação foi o próprio presidente do Peixe em entrevista ao site italiano Calcio Mercato.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis! http://bit.ly/2IdUuXj

Soteldo é um jogador jovem, que tem habilidades sensacionais. Ele é um jogador que decide os jogos. Todos os grandes times do Brasil me perguntaram, times da Premier League como o Everton também querem. Tem muitos pedidos da Espanha também. Apesar da decepção que tivemos com a história do Gabigol, eu queria dar a preferência ao Piero Ausilio. Acho que com uma contraproposta de 20 a 25 milhões de euros teríamos nos sentado para negociar, mas ele não respondeu.”

Peres lembrou a frustração com a negociação envolvendo Gabriel Barbosa no passado. O Santos tentou a contratação em definitivo do atacante, que acabou parando no Flamengo. Ele complementou contando detalhes desta negociação:

"Pegamos Gabriel Barbosa no fundo do poço. Depois de apenas ficar no banco da Inter, estava emprestado ao Benfica. Ele já havia desvalorizado, e o jogador tinha a moral ainda. Nós o pegamos e o fizemos se sentir em casa. Ele jogou muito e marcou muitos gols. Ele queria ficar aqui: liguei para a Inter e ofereci Lucas Veríssimo mais 4 milhões, mas eles preferiram dar ao Flamengo por 20 milhões parcelados. Uma pena.”

  • Mercado da Bola
Comentários