Futebol Brasileiro

Interino no comando do Fluminense, Marcão explica escolha por Ganso capitão: 'Foi o Ganso que queremos'

O auxiliar técnico comandou o Tricolor na vitória de 2 a 1 sobre o Grêmio no Maracanã 

Marcão será o técnico interino do Fluminense até a escolha de um novo nome para o cargo(1287)

Marcão será o técnico interino do Fluminense até a escolha de um novo nome para o cargo | 1287

Após os últimos dias conturbados no Fluminense e a demissão de Oswaldo de Oliveira, Marcão teve a missão de recuperar a confiança dos torcedores com a equipe tricolor diante do Grêmio, neste domingo (29), no Maracanã. E conseguiu. Os cariocas venceram por 2 a 1 com gols de Nenê e Caio Henrique, e conseguiram ter um respiro de alívio no Campeonato Brasileiro saindo da zona de rebaixamento. 

Ganso tem total consciência de tudo o que aconteceu, da responsabilidade que estava nas suas costas

Durante a entrevista coletiva, Marcão se esquivou das perguntas sobre uma possível efetivação, mas explicou algumas escolhas, como a de dar a faixa de capitão para Paulo Henrique Ganso, mesmo depois das polêmicas no meio da semana. 

"Ganso tem total consciência de tudo o que aconteceu, da responsabilidade que estava nas suas costas. Conversamos. Foi uma conversa leve, sincera e transparente, que iríamos precisar dele. Ele se colocou à disposição da gente e da instituição. Dentro de campo nos respondeu muito bem, fez uma grande partida. Foi o Ganso que queremos. Com responsabilidade, comprometido a tudo que pedimos.". 

Marcão também falou sobre a invasão dos torcedores ao CT no último sábado (28). O técnico admitiu ter sido uma situação complicada, e destacou a superação dos jogadores. 

"Ficamos em uma posição que não dava para ser diferente. Realmente não esperávamos. Teria uma conversa naquele setor. Tivemos que ter calma. Os jogadores foram calmos. A situação foi difícil, mas não teve agressão a ninguém. Acalmamos todos os ânimos. Já que eles estavam ali, eles conseguiram passar o que queriam, recebemos. Depois tivemos que treinar. Baixou a adrenalina. E treinamos para esse jogo de tamanha importância. Por isso enfatizo tudo o que esses meninos passaram e sofreram para estar hoje aqui dentro de campo e apresentar o que apresentaram. Foi grandioso."

O próximo compromisso do Fluminense é o clássico contra o Botafogo no domingo (06), às 16h (de Brasília), no Nilton Santos, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Comentários