Futebol Brasileiro

Jô pede desculpas por agressão a Diego Costa: 'Não é esse exemplo que a gente tem que passar'

Atacante se envolveu em confusão com o zagueiro tricolor, no clássico do último domingo (30), no Morumbi, e pode pegar gancho no STJD

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Jô se envolveu em confusão com zagueiro Diego Costa, do São Paulo(2020 Getty Images)

Jô se envolveu em confusão com zagueiro Diego Costa, do São Paulo | 2020 Getty Images

O atacante Jô veio a público pela primeira vez para falar sobre a confusão com o zagueiro Diego Costa, do São Paulo, no clássico do último domingo (30), no Morumbi, válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

À ocasião, o camisa 77 deu um soco no defensor são-paulino, que iniciou uma série de xingamentos de ambos os lados, inclusive captados pelo microfone da transmissão. O corintiano, contudo, pediu desculpas a Diego Costa e diz que se arrependeu do ato.

"De cabeça quente, na adrenalina do jogo, a gente acaba tomando algumas atitudes que depois revê e obviamente se arrepende. Ainda não tive a oportunidade de pedir desculpas para ele (Diego Costa) ou a todos os envolvidos: São Paulo, Corinthians, torcedores e espectadores que estavam assistindo ao jogo", comentou Jô, em entrevista à 'TV Globo'.

"São atitudes que nós, jogadores, não podemos ter, até pelo exemplo que a gente sempre dá. Então venho aqui pedir desculpas a todos. Claro que no calor da emoção a gente toma algumas atitudes, mas não é esse exemplo que a gente tem que passar. Vida que segue", concluiu o atacante.

Por conta do soco em Diego Costa, Jô poderá desfalcar o Corinthians por um longo período. O jogador foi denunciado pela procuradoria do STJD, que vai julgá-lo com base no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que pune aquele que “praticar agressão física durante partida” e tem pena prevista de quatro a 12 jogos de suspensão.

Jô estará à disposição de Tiago Nunes até que o julgamento do caso seja realizado pelo STJD e uma pena (ou a absolvição, se o tribunal assim deliberar) seja definida e publicada.

 
Comentários