Futebol Brasileiro

James Freitas fala como auxiliar técnico do Atlético: 'Farei as minhas escolhas'

Auxiliar assume interinamente após demissão do treinador Dudamel

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

James Freitas concede entrevista como auxiliar técnico do Galo(Divulgação Atlético)

James Freitas concede entrevista como auxiliar técnico do Galo | Divulgação Atlético

James Freitas é o novo comandante do Atlético Mineiro, isto é, enquanto a diretoria atleticana não contrata um novo treinador e uma comissão técnica. Ele era auxiliar técnico do Alvinegro e assumiu o cargo após a demissão de Rafael Dudamel. O analista Lucas Gonçalves irá auxiliar o novo treinador na partida contra o Boa Esporte, no domingo (1).

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Nesta sexta-feira (28), James concedeu entrevista coletiva onde falou sobre o próximo confronto do Atlético: "Precisamos conversar internamente com os profissionais e atletas que viajaram. Obviamente que se tratando de pessoas diferentes, Dudamel é diferente de mim, existem preferências naturais. Se eu conseguir ter todos os atletas à disposição, farei as minhas escolhas (para a partida)."

Sobre conhecer o elenco e a repercussão das saídas, o novo comandante declarou: "Eu particularmente não tive contato com todo o grupo. Para nós, que trabalhamos com o futebol, obviamente ficamos chateados pelas pessoas que estavam aqui. A relação era muito boa, não só com o corpo técnico: com o Dudamel, mas também com o Rui, com o Marques. Obviamente isso gera um impacto sobre todos nós, mas temos que lidar com isso da melhor forma possível."

Ao ser perguntado se ficou surpreso em ser chamado para a função, falou: "Já exerci a função no Grêmio, Cruzeiro e Palmeiras. É uma das prerrogativas do cargo que estou ocupando: Estar preparado e tentar dar conta do serviço. É para isso que a gente se preparou durante toda a carreira."

Confira a entrevista completa abaixo:

James e Lucas trabalharam juntos na comissão técnica do Grêmio. O novo treinador também já teve passagens por Palmeiras e pelo Cruzeiro, onde ficou muito conhecido por acompanhar a comissão de Mano Menezes.

 
'Encostado' no Leverkusen, Paulinho indica que poderia voltar ao Brasil
Comentários