Futebol Brasileiro

Jean agradece ao Palmeiras, mas reclama de falta de oportunidades no clube: 'Não entendia'

Hoje no Cruzeiro, lateral direito foi bicampeão brasileiro pelo clube paulista, mas pouco atuou no último ano, apesar de ter retornado de lesão

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Jean foi bicampeão brasileiro pelo Palmeiras, em 2016 e 2018(Getty Images)

Jean foi bicampeão brasileiro pelo Palmeiras, em 2016 e 2018 | Getty Images

O lateral direito Jean está hoje emprestado ao Cruzeiro, mas não se esquece de seu ex-clube, o Palmeiras.

Em entrevista à emissora 'Fox Sports', o experiente jogador agradeceu pela passagem por quatro temporadas no Verdão, mas reclamou das poucas oportunidades, principalmente em 2019, quando atuou apenas 11 vezes no ano.

“Não acho que as coisas se resolvem com indisciplina. Eu seguia as instruções que vinham do clube. Isso sempre foi a base da minha vida. Mas não é fácil, você para pra pensar, eu tinha dois títulos com o Palmeiras. Passei por uma cirurgia, mas eu já me sentia bem para jogar. Ia para casa sem entender, é normal, mas a cabeça sempre estava boa, pois tudo tem um propósito. É manter a integridade. Se não tive oportunidade, vi que era um ciclo que estava fechando”, comentou o jogador.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

“Eu queria que todos entendessem isso. Há momentos difíceis da vida, as coisas não acontecem apenas da maneira que a gente quer, então temos que manter o nosso caráter e profissionalismo, porque outros clubes estão vendo, pessoas estão vendo e meu filho está vendo. Sou grato ao Palmeiras, pelos títulos que conquistei, fico feliz pela passagem vitoriosa. É difícil ter dois títulos nacionais com a camisa de um clube tão grande. Não tinha tempo para ficar bravo. Mesmo sem oportunidades, eu procurava treinar mais. Sabia que minha hora ia chegar, seja no Palmeiras ou em outro lugar, e aí veio a oportunidade do Cruzeiro”, concluiu Jean.

Antes da paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus, o jogador de 33 anos havia entrado apenas duas vezes em campo com a camisa cruzeirense, nas derrotas para Atlético-MG e Coimbra, pelo Campeonato Mineiro.

 
Léo fala sobre 8 a 0 do Barcelona no Santos e diz que Peixe poderia vencer se amistoso fosse com times atuais
Comentários