Futebol Brasileiro

Jesualdo, técnico do Santos, acredita em grande mudança no futebol pós-pandemia

Para Jesualdo Ferreira, treinador do Santos, o 'novo futebol' terá baixa intensidade e pouca agressividade

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Jesualdo disse que o Santos está pronto para voltar assim que possível(Bruno Ulivieri/AGIF)

Jesualdo disse que o Santos está pronto para voltar assim que possível | Bruno Ulivieri/AGIF

O futebol brasileiro segue paralisado devido à pandemia do novo coronavírus, sem prazo para retorno. E as especulações para o futuro do esporte segue a todo vapor, já que a aposta é de grandes mudanças na rotina.

Jesualdo Ferreira, técnico do Santos, acredita em muita alteração, e usou um exemplo da Bundesliga para explicar, em sua coluna no jornal 'O Jogo', de Portugal, as diferenças nas partidas após a interrupção do futebol.

Vi Bayern x Eintracht e não há dúvidas sobre a baixa intensidade do jogo, a pouca agressividade, a própria identidade dos clubes. Nada será como antes da pandemia. O futebol não vai ser o que era e todos (treinadores, jogadores e, principalmente, os torcedores) terão de compreender", declarou Jesualdo.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Outro grande problema que o treinador do Peixe destacou foi o alto número de lesões decorrentes de pouco tempo de preparação para a volta dos campeonatos, que prejudica os atletas fisicamente.

Sem disputar nenhum jogo há pouco mais de dois meses, Jesualdo disse que o Alvinegro quer voltar. "Nós, no Santos, queremos voltar a jogar, queremos voltar a ver a felicidade no rosto dos santistas. Estamos preparados para o reencontro com aquilo que mais gostamos, pelo Santos e pelos torcedores, que são fanáticos, assim que o futebol estiver pronto".

Contudo, o governador de São Paulo, João Dória, prolongou o isolamento social no estado até o dia 31 deste mês, mas a medida ainda não foi eficaz para a redução no número de casos e de vítimas da Covid-19. Por isso, não há previsão de retorno às atividades.

 
Renato diz que Robinho seria boa contratação para o Santos
Comentários