Futebol Brasileiro

Jesus revela que projetou título da Libertadores antes de assumir o Fla

Na última coletiva pré-decisão contra o River Plate, treinador afirmou que avisou a sua comissão que iria para o Brasil conquistar o torneio; português também confirmou a escalação 'de sempre' para a partida

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Jorge Jesus e Éverton Ribeiro concederam a última coletiva antes da decisão da Libertadores

Jorge Jesus e Éverton Ribeiro concederam a última coletiva antes da decisão da Libertadores

Jorge Jesus é um poço de confiança. Em coletiva realizada na noite desta sexta-feira (22), o treinador português falou sobre a expectativa para a final da Libertadores e também por uma possível conquista da competição. Ele contou que, antes mesmo de chegar ao Brasil, avisou a sua comissão técnica que viria ao país para levantar o troféu mais importante do futebol sul-americano. 

"Uma pergunta que minha comissão estava a falar sobre isso. Quando decidi treinar o Fla, no almoço, avisei para eles se prepararem que iríamos trabalhar no Brasil e seríamos campeões da Libertadores. Temos a alegria que amanhã estar na final, com muita confiança, contra rival muito forte, com mais experiência do que nós. Mas isso não nos assusta, sabemos do nosso valor e do que somos capazes de fazer".

O comandante rubro-negro também aproveitou para seguir a mesma linha de Marcelo Gallardo e confirmar a escalação para a decisão a ser disputada neste sábado (23), às 17h (de Brasília), em Lima, no Peru. Jesus afirmou que não é momento para grandes mudanças e que o onze inicial será o que todo mundo já espera, com Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí, Filipe Luís, Willian Arão, Gerson, Arrascaeta, Éverton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol.

Quer ganhar um vale-presente de R$100,00 para comprar qualquer produto na Americanas.com? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos. É grátis!

"O Gallardo que vai pra três finais e sabe perfeitamente que não é em uma final que o treinador vai deixar de ser o que é, penso igual. Se não acontecer nada até amanhã, a equipe é a mesma de sempre. Desde do Diego até o Arrascaeta. Normalmente um treinador mudar em uma final, na minha perspectiva, não vai mudar nada".

Por fim, o europeu voltou a sentenciar o Flamengo como o maior clube do mundo quando se trata de tudo que envolve a instituição, principalmente sua torcida. 'Desportivamente', o Real Madrid está acima de tudo, de acordo com Jorge. 

"Isso eu disse quando cheguei. O Flamengo é o maior clube do mundo, não desportivamente, esse é o Real Madrid. Agora de dimensão, de torcedores, é o Flamengo e continuo dizendo a mesma coisa".

Comentários