Futebol Brasileiro

João Paulo, Madson e Sandry não jogarão contra a LDU por conta de protocolos de saúde do Equador

Os atletas, que tiveram Covid-19 recentemente, ainda têm traços da doença em seus organismos; por conta de protocolos do país da América do Sul, não poderão fazer parte da partida 

Avatar del

Por Redação Esporte Interativo

Madson é um dos atletas que não irá para Quito disputar a Libertadores contra a LDU(2020 Getty Images)

Madson é um dos atletas que não irá para Quito disputar a Libertadores contra a LDU | 2020 Getty Images

O Santos informou na noite deste sábado (21) que três jogadores da equipe não farão parte do jogo contra a LDU, na terça-feira (24), no primeiro jogo das oitavas de final da Copa Libertadores da América. João Paulo, Madson e Sandry ficarão de fora por conta de rastros da Covid-19 que ainda existem em seus organismos e protocolos de saúde do Equador.

Após receberem a confirmação da doença, os jogadores ficaram afastados por 10 dias e, na última quarta-feira (18), tiveram a confirmação negativa para a doença. Mas, na sexta-feira (20), os atletas da equipe paulista tiveram os exames positivados - o que é comum encontrar em pacientes que tiveram a doença recentemente. 

João Paulo, Madson e Sandry não apresentam quadro clínico ou sintomas da doença e não são transmissores. Porém não atuarão contra a LDU, na terça-feira. O motivo é a proibição movida por conta de uma conduta de soberania nacional do Equador e seu Ministério da Saúde.

O país sul-americano impede a entrada de qualquer pessoa nessas condições, mesmo após quarentena e testes negativos anteriores. Já no Campeonato Brasileiro, eles já estão aptos para retornarem às atividades. 

Comentários