Futebol Brasileiro

Juíza mantém decisão, e Flamengo continuará pagando pensão a famílias de feridos e mortos na Tragédia do Ninho

Segundo informações do 'Blog do Ancelmo Góis', clube carioca seguirá com pagamentos mensais de R$ 10 mil aos três feridos e o responsável por cada núcelo familiar das vítimas fatais

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Muro em homenagem às crianças vítimas do incêndio no Ninho do Urubu(Reprodução/Internet)

Muro em homenagem às crianças vítimas do incêndio no Ninho do Urubu | Reprodução/Internet

A juíza Bianca Ferreira Nigri, da 1ª Vara Cível, decretou que o Flamengo deverá continuar com o pagamento mensal de uma pensão provisória no valor de R$ 10 mil a três feridos na tragédia do Ninho do Urubu, em fevereiro do ano passado, além do responsável por cada núcelo familiar.

A informação é do blog do jornalista Ancelmo Góis, que ainda ressalta que deverá ser realizada uma audiência  de conciliação reunindo o Ministério Público do Rio de Janeiro, a Defensoria Pública, além de representantes do clube rubro-negro.

A juíza, no entanto, deixou claro que qualquer decisão a ser tomada sobre o tema se dará apenas após o fim da pandemia do novo coronavírus. No Brasil, mais de mil pessoas já morreram em casos confirmados da doença.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

No dia 8 de fevereiro de 2019, um incêndio em um dos alojamentos do Ninho do Urubu vitimou dez crianças e deixou outras três feridas. Todas faziam parte das categorias de base do Flamengo. 

 
Time dos sonhos de Leandro Castan tem ataque formado por Totti, Salah e Ronaldo
Comentários