Futebol Brasileiro

Leila revela 'pedidos' de outras torcidas, mas ressalta parceria com o Palmeiras

Presidente da Crefisa contou história que a torcida do Vasco criou até música para pedir patrocínio para o clube

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Leila Pereira foi eleita conselheira do Palmeiras em 2017(Cesar Greco/SE Palmeiras)

Leila Pereira foi eleita conselheira do Palmeiras em 2017 | Cesar Greco/SE Palmeiras

A empresária Leila Pereira, presidente da Crefisa, que patrocina o Palmeiras, revelou uma história pra lá de curiosa nesta terça-feira (11), em transmissão ao vivo promovida pela assessoria 'Tuddo Comunicação'.

A patrocinadora do Palmeiras, que também é conselheira do clube, revelou que em 2018, no jogo contra o Vasco em São Januário, que deu o título brasileiro ao Palmeiras, a torcida do rival criou uma música com seu nome para pedir patrocínio ao clube carioca.

"Por incrível que pareça, de outros clubes não tem pancada. Eu recebo pancada de dentro do Palmeiras. Aquela minoria invejosa. De outros clubes, eles querem que eu vá pra outro clube. Foi muito engraçado, em 2018 a gente foi campeão brasileiro contra o Vasco e o meu pai era vascaíno, meus dois irmãos são vascaínos e a torcida do Vasco fica atrás de mim pedindo pra eu patrocinar o Vasco, aquele São Januário lotado. Eu sempre tive profundo respeito por qualquer torcedor, tanto que não faço piada com rival. Aquele São Januário lotado, eu via de uma camarote, um torcedor do Vasco me viu. Vanderlei, a torcida do Vasco inteira gritando: "Au, au, au tia Leila é bacalhau!" E eu: Não, não! Tia Leila é Porco! Torcedores de outros clubes, como veem minha dedicação, eles falam: Não, Leila, ajuda o Vasco! Ajuda o clube! Clubes rivais eu nunca tive problema. Infelizmente, algumas poucas e insignificantes pessoas de dentro do Palmeiras que fazem parte da oposição, quando fazem as críticas, eu nem vejo".

A Crefisa patrocina o Palmeiras desde 2015. Desde então, o clube paulista conquistou quatro títulos. Dois Brasileirões (2016 e 2018), uma Copa do Brasil (2015) e um Campeonato Paulista (2020).

Comentários