Futebol Brasileiro

Líder do Paulistão, Santo André pode disputar sequência da competição com 'equipe alternativa'

Sem previsão para o retorno da competição, o clube já perdeu praticamente todos os contratos do elenco que iniciou o torneio e pensa em soluções para seguir na briga pelo título

Avatar del

Por Rodrigo Fragoso

Ronaldo comemora gol marcado pelo Santo André, contra o Corinthians(Marcello Zambrana/AGIF)

Ronaldo comemora gol marcado pelo Santo André, contra o Corinthians | Marcello Zambrana/AGIF

Com 19 pontos ganhos em dez rodadas, o Santo André é o líder do Paulistão acumulando seis vitórias, um empate e três derrotas. O aproveitamento de quase 64% dos pontos foi conquistado por em elenco que pode não estar mais à disposição do clube quando a competição voltar a ser disputada.

"Temos uma equipe alternativa. Quatro jogadores do atual elenco ainda têm contrato, outros que não foram inscritos no Paulistão e ainda têm contrato podem ser inscritos com a exceção que a Federação Paulista de Futebol abriu e podemos fazer contratos curtos com algum jogador que não tenha acertado com outra equipe", afirmou o presidente Sidney Riquetto, em entrevista exclusiva ao Esporte Interativo.

De acordo com o mandatário do Santo André, não seria necessário utilizar as categorias de base, tendo essas três possibilidades citadas como solução para a montagem de um novo elenco, caso seja necessário. Sobre os rumores de que o Santo André poderia deixar de disputar a competição, Sidney foi enfático: "Nós vamos disputar. Não existe isso de não disputar. Apenas a equipe que vamos colocar em campo vai depender da disponibilidade financeira do clube".

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Ainda segundo Sidney, nenhum dos jogadores com contrato encerrado comunicou ao clube que teria acertado com outra agremiação. A diretoria do Santo André segue aguardando uma decisão sobre data de retorno do Paulistão e recebimento da última cota de televisão, que ainda não foi paga, para entender qual elenco terá para a sequência do campeonato no qual é líder na classificação geral.

"Nós não conversamos com ninguém aguardando a definição. Ninguém disse até agora que não vai continuar", contou o presidente do Ramalhão, que ainda lembrou do caso de Ronaldo, cuja situação está indefinida, já que ele tinha um pré-contrato com o Sport: "sabemos apenas do Ronaldo ter um pré-contrato com o Sport, que ele inclusive pode cumprir ou não", finalizou deixando na dúvida qual será o futuro do atleta.

Além de não saber com qual time vai entrar em campo quando o Paulistão voltar a ser disputado, o Santo André também não sabe onde mandará seus jogos, já que o Estádio Municipal Bruno José Daniel não tem previsão para deixar de ser hospital de campanha e voltar a ter condições de jogo.

 
Comentários