Futebol Brasileiro

Love reclama que recebia poucas bolas com Carille no comando do Corinthians

Vagner Love reclamou na coletiva desta sexta-feira (22) da pouca produtividade dos atacantes do Corinthians e indicou que desgaste era grande por ter que voltar para marcar

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Sob o comando de Dyego Coelho, o Corinthians disputou três partidas e marcou quatro gols(Marcello Zambrana/AGIF)

Sob o comando de Dyego Coelho, o Corinthians disputou três partidas e marcou quatro gols | Marcello Zambrana/AGIF

A saída do técnico Fábio Carille do Corinthians ainda reverbera no clube. Nesta sexta-feira (22), o atacante Vagner Love reclamou do estilo de jogo do antigo comandante.

"Realmente, nós recebíamos poucas bolas. Somos três centroavantes de qualidade (Love, Gustagol e Boselli). Se a bola chegar no nosso pé, nós temos qualidade para fazer os gols. Treinamos para isso. Atrapalhou um pouco só essa questão de só ter que marcar. Pouco abastecido, pouco municiado para poder marcar gols. O Boselli recebeu bolas e fizemos mais gols  (nos jogos sob o comando de Dyego Coelho). Espero que isso continue acontecendo", afirmou.

Quer ganhar um vale-presente de R$100,00 para comprar qualquer produto na Americanas.com? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos. É grátis!

Eu sempre falei que ia entrar em campo para ajudar com a comissão antiga e com essa. Se tivesse que marcar ou não. O desgaste é normal pois eu nunca me preparei para jogar em uma posição que não fosse centroavante. Agora com o Coelho eu fico mais perto da área", analisou.

Sob o comando do interino Dyego Coelho, o Corinthians disputou três partidas, venceu contra o Fortaleza e empatou diante de Palmeiras e Internacional, marcando quatro gols. Para 2020, o Alvinegro já está acertado com Tiago Nunes, ex-Athletico Paranaense, para assumir como técnico do clube.

Comentários