Futebol Brasileiro

Lugano aposta em repetição do São Paulo de 2005 e fala sobre contratação de Cavani

O diretor de relações institucionais do São Paulo abriu o jogo ao 'Blog do Menon'

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Lugano falou também sobre volta de Carneiro e disputa com Flamengo(Marcello Zambrana/AGIF)

Lugano falou também sobre volta de Carneiro e disputa com Flamengo | Marcello Zambrana/AGIF

Em meio à paralisação dos campeonatos no Brasil devido à pandemia do novo coronavírus, a torcida do São Paulo vive grande expectativa. Com boa atuação no Campeonato Paulista e na Libertadores, hoje a dúvida é a do possível grande reforço à equipe: Cavani.

Em entrevista ao ‘Blog do Menon’, o diretor de relações institucionais do clube, Lugano, explicou com mais clareza sobre a sua amizade e a chance de negociação com o atacante do PSG. 

"Somos grandes amigos. De verdade. Não somos parças. Amigo é aquele que se preocupa com o outro. Ele chegou na Celeste em 2007 e eu já era capitão. Jogamos juntos por oito anos. Minha mãe e a mãe dele são muito amigas. Duas figuraças. Joguei com o irmão dele, que é seu empresário. Moramos juntos em uma pensão de Montevidéu. Somos ligados", revelou.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

(Cavani) Me consultou para saber se devia deixar o PSG e expliquei que não era de brigas. Então, se ele quiser voltar para a América do Sul, vamos conversar. Falam do Boca, mas ele conversará com o São Paulo antes", destacou Lugano.

Contudo, o ex-jogador também disse que o atacante tem mercado na Europa e um bom salário, que não compete com os clubes sul-americanos. "Por que ele voltaria? Pelo sonho de ganhar uma Libertadores? Para ficar perto da família? Ele é um tipo muito apegado à família, aos amigos e à cidade. Só se for por isso".

Porém esse não é o único assunto entre os tricolores. A volta de Gonzalo Carneiro e a possível saída de Igor Gomes também balança a torcida.

Segundo Lugano, Igor é "mais uma grande revelação recente do São Paulo", e prova a qualidade e a consolidação com o interesse europeu. Já Carneiro terá nova chance no Tricolor, mas precisará de foco.

Cometeu um grande erro e pagou. Sentiu na pele a diferença entre estar um dia no melhor clube do mundo e, no outro, sozinho e na escuridão. Terá uma segunda chance, o São Paulo vai apoiar, mas cabe a ele aproveitar. Precisa ter foco para mostrar o potencial físico e técnico que faziam dele a possível maior revelação do futebol uruguaio".

Questionado sobre o futebol de dentro do campo, o dirigente afirmou que o Tricolor tem o melhor elenco dos últimos sete anos e que acreditam em repetir a campanha de 2005. "O São Paulo ganhou o Paulista e, depois, a Libertadores e o Mundial. Estamos apostando nisso".

Contudo, para Lugano, o Flamengo é o time brasileiro a ser batido. "É um clube muito sólido financeiramente e que soube montar um grande time com um grande treinador. Mérito da diretoria e de quem cuida do futebol. Soube aproveitar a vantagem que o dinheiro traz".

Financeiramente, o uruguaio revelou que o São Paulo não pode competir com o clube carioca, e disse ser "impossível disputar um jogador com eles". Porém, dentro de campo sim. "Nem sempre quem tem mais dinheiro é o ganhador", declarou.

Os campeonatos ainda não têm previsão de retorno. Todos os jogadores estão de férias até o próximo dia 30, como definido em reunião com as entidades máximas do futebol.

 
EXCLUSIVO! Daniel Alves diz que São Paulo tem mesmos conceitos do futebol europeu e brigaria nas principais ligas
Comentários