Futebol Brasileiro

Luxemburgo rebate críticas por desempenho: 'Tem que saber se eu tenho equipe pra jogar bonito'

Treinador do Palmeiras admite queda de rendimento e fala sobre diretoria com dificuldade para buscar reforços

Por Rodrigo Fragoso

Luxemburgo acumula a segunda derrota seguida após 20 jogos de invencibilidade com o Palmeiras(Ag. Palmeiras/Cesar Greco)

Luxemburgo acumula a segunda derrota seguida após 20 jogos de invencibilidade com o Palmeiras | Ag. Palmeiras/Cesar Greco

O Palmeiras perdeu para o São Paulo por 2 a 0 dentro de casa e, com isso, acumulou a segunda derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro. O resultado incomodou tanto os torcedores quanto o desempenho da equipe, que vem sendo questionado já há muito tempo. O técnico afirmou estar refletindo sobre o que pode fazer para conquistar regularidade.

"Reclamaram muito, me deram muita porrada que a equipe jogava feio. Tem que saber se eu tenho equipe pra jogar bonito. Temos que analisar com calma. Como vamos criar essa engenharia pra poder fazer a coisa funcionar? Se for pra fechar o time, jogar feio e pelo resultado, o torcedor vai ter que entender que vai ser feito. A gente tem que ter regularidade. Não pode jogar dois jogos bons e dois ruins. Contra o Botafogo, meio tempo horrível e 30 mins bons. Hoje, meio tempo bom e segundo tempo ruim. Nós temos que encontrar uma regularidade na equipe", concluiu Luxemburgo.

O técnico novamente falou sobre reforços. Após a derrota para o Botafogo, que encerrou uma invencibilidade de 20 partidas da equipe, Luxemburgo admitiu ter em mãos um elenco curto que exigia a chegada de reforços para a disputa do Brasileirão, da Libertadores e também da Copa do Brasil. Agora o treinador aproveitou para explicar que a diretoria trabalha para melhorar o elenco, mas enxerga dificuldades financeiras no panorama atual do mercado.

"O presidente sabe o que tem que fazer e está correndo atrás, mas tem que ver como está o mercado para poder trazer reforços. Quanto custa o jogador? Por causa da pandemia, o dinheiro ficou mais escasso. Tivemos que abrir mão de salários, jogar pro ano que vem, pra pagar os funcionários. Tudo isso está no contexto", disse Luxa.

O próximo desafio do Palmeiras acontece na quarta-feira, às  18hrs (de Brasília), diante do Coritiba. O compromisso é novamente no Allianz Parque, onde o Palmeiras tem apenas uma vitória, quatro empates e uma derrota. A outra vitória do time de Luxemburgo como mandante aconteceu no Morumbi, contra o Santos, por 2 a 1.
 

Comentários