Futebol Brasileiro

Luxemburgo vê Dudu com 'nível de Seleção' e o compara a Neymar

Treinador palmeirense afirmou buscar o melhor do atacante como "artilheiro" e cobra mais gols do camisa 7

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Dudu, em ação pelo Palmeiras, contra o Ituano, pelo Campeonato Paulista(Rebeca Reis/AGIF)

Dudu, em ação pelo Palmeiras, contra o Ituano, pelo Campeonato Paulista | Rebeca Reis/AGIF

Principal ídolo da torcida no atual elenco do Palmeiras, Dudu está com moral com Vanderlei Luxemburgo. Prova disso é que o novo técnico se mostrou empolgado com o futebol do camisa 7 após a goleada por 4 a 0 sobre o Ituano, na última quarta-feira (22), na estreia do Campeonato Paulista.

Agora, o treinador aproveitou para compará-lo a Neymar. No começo de sua carreira pelo Santos, em 2009, o hoje astro do Paris Saint-Germain buscava muito mais os dribles do que os gols, o que motivou "Luxa" a transformá-lo em um atacante mais agudo e incisivo.

"Eu peguei o Neymar no Santos, quando ele tinha começado. Depois, entrou em queda porque era garoto. Virei e falei: 'você dribla muito, mas atacante tem que gostar de gol'. Atacante que não gosta de gol não é atacante. Você não é vendido por um drible, é vendido pelos gols que faz", comentou, em entrevista ao site Globoesporte.com.

Em 2017, Dudu foi chamado para substituir Douglas Costa em duas partidas das Eliminatórias para a Copa do Mundo, mas, depois disso, acabou não sendo lembrado por Tite nas convocatórias. De acordo com Luxemburgo, porém, esta mudança estaria atrelada à fome do camisa 7 pelos gols com a camisa do Palmeiras.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

"Talvez este seja o segredo com o Dudu. Quero para o Dudu que não faça só assistência. Quero que o Dudu seja um artilheiro, porque a vaga na seleção brasileira vai existir para ele porque é um jogador nível de Seleção", disse.

"Ele tem que gostar de gol, não pode viver só de servir, tem que viver de servir e fazer. Hoje em dia há essa exigência. Então quero que ele goste mais do gol, tenha mais fome. Ao invés de optar pelo passe, optar pelo gol", completou Luxemburgo.

Com Dudu mais uma vez entre os prováveis titulares, o Palmeiras volta a campo no próximo domingo (26), às 16h (de Brasília), quando terá pela frente o clássico contra o São Paulo, na Fonte Luminosa, em Araraquara, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. O Verdão ainda não pode utilizar o Allianz Parque por conta de obras para a mudança do gramado no local.

 
Comentários