Futebol Brasileiro

Marcinho sobre renovação: ‘Primeiramente, quero zerar minha lesão e voltar a jogar’

Em entrevista ao “Fora de Jogo”, do Esporte Interativo, jogador explica como está o processo de recuperação da lesão no joelho durante a pandemia e atribui aos seus representantes a responsabilidade da renovação com o Botafogo.

Avatar del

Por Aline Nastari

Marcinho em campo pelo Botafogo no Brasileirão de 2019  / Créditos: Vítor Silva - Botafogo

Marcinho em campo pelo Botafogo no Brasileirão de 2019 / Créditos: Vítor Silva - Botafogo

O Botafogo tem aproveitado essa paralisação do futebol por conta do novo coronavírus para renovar alguns contratos de atletas. Nos últimos dias acertou com Caio Alexandre, Kanu e Marcelo Benevenuto. Próximo objetivo do clube é Marcinho. O lateral tem vínculo até o fim do ano com o Alvinegro e estaria liberado pra assinar um pré-contrato com outro clube a partir de julho. Segundo o site “Fogo na Rede”, apesar da vontade do Botafogo, a renovação não tem sido uma tarefa simples. Nessa sexta-feira (17), Marcinho, que se recupera de uma lesão no joelho direito desde janeiro, participou do programa “Fora de Jogo”, do Esporte Interativo, e foi questionado sobre a renovação.

 

“Primeiramente, quero zerar isso, acabar com minha lesão e voltar a jogar. Meu maior desejo hoje é voltar a jogar. Eu quero que as pessoas que tratam isso continuem tratando. Meu foco é continuar jogando e completar meu contrato no Botafogo. O mais importante para mim é voltar a jogar e ajudar meus companheiros dentro de campo que é o que mais sinto falta de fazer.”

 

 

Na insistência do assunto renovação, o lateral atribuiu a responsabilidade da decisão aos seus representantes.

 

“É uma parte que querendo ou não, não é comigo, é com meus empresários e com meu pai. Essa parte eu deixo com ele. Prefiro focar no meu corpo e na minha recuperação, como estou me sentindo e como vou me sentir. Estamos tratando com maior carinho, amo o Botafogo. Essa é a linha que a gente vai seguir e estamos conversando.”

 

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

 

Marcinho viveu ótimos momentos com a camisa do Botafogo em 2019, chegou a ser convocado para a seleção brasileira no lugar de Danilo que se machucou para os amistosos contra Senegal e Nigéria em outubro do ano passado. Em janeiro sofreu uma lesão no joelho direito e teve que passar por uma artroscopia.

 

"Eu tento lidar (com a lesão) com a maior calma. Se parar pra pensar de tudo que perdi... a gente tem que ter calma para não deixar essas ideias influenciarem com coisas negativas. Mas tenho certeza que era o melhor momento. As coisas estavam dando certo, eu estava confiante. Mas faz parte. Essas pequenas pedras fazem a gente evoluir. Eu sempre busco pegar o lado positivo das coisas. É um momento de autoconhecimento. Enfim. Isso tudo serve para fortalecer e crescer a cada dia mais."

 

Durante tempos de pandemia e isolamento social, o lateral segue o processo de recuperação com certa limitação.

 

“Tá bem diferente, vou na casa do meu fisioterapeuta na segunda, quarta e sexta fazer o tratamento com os devidos cuidados. Isso não vem afetando a minha recuperação. Tenho feito tudo que deveria fazer, fortalecimento dos membros inferiores, mas estou com dias a menos na semana e tento compensar na praia, com uma caminhada, exercícios com borrachinhas que tenho aqui, tudo limitado. Dia 29 faço 3 meses de pós cirúrgico e já caminho pra uma fase final de recuperação. Com 4 meses já posso correr e fazer agachamentos. Estamos dentro prazo, tínhamos previsto 5 ou 6 meses pra voltar, então vai dar tudo certo. Tenho me recuperado bem e minha evolução está sendo boa.”

 

 

 

 

Comentários