Futebol Brasileiro

Mario Gobbi deve ser principal nome de oposição na eleição do Corinthians

Ex-presidente do clube diz que aceita concorrer à presidência para "apaziguar" a situação

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Mario Gobbi vai se candidatar à presidência do Corinthians(DANIEL AUGUSTO JR / CORINTHIANS)

Mario Gobbi vai se candidatar à presidência do Corinthians | DANIEL AUGUSTO JR / CORINTHIANS

Em live com o "Movimento Corinthians Grande" na última segunda-feira (13), Mario Gobbi disse ter aceitado concorrer à presidência do clube. O delegado de polícia já foi presidente do clube entre 2012 e 2015, onde venceu alguns títulos, como a Libertadores, e como membro da "Renovação e Transparência", chapa do atual presidente Andrés Sanchéz.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Apesar de não ter lançado a campanha de forma oficial, Gobbi deixou claro que pensa em se candidatar: "O Corinthians não aguenta mais isso, está numa hemorragia política. Aceito voltar. Não pertenço a grupo político nenhum. Venho para apaziguar. Quero fazer uma gestão financeira. Dar credibilidade para o clube. Sem política", explicou.

O ex-presidente bateu muito na questão de fazer uma gestão profissional, e não politíca, se for eleito presidente e deixou claro que irá escolher profissionais para trabalhar com ele: "Corinthians precisa voltar a ser protagonista e não para os próximos anos, para sempre. Daqui a três anos, deixo o clube para que os outros toquem e não tirem mais da linha do trem. Só isso. Escolha de diretores será minha, pessoal. Do perfil que eu entendo que seja imprescindível."

"Creio que dá pra pagar (a Arena). A gestão inteira tem que ser profissionalizada. É isso que tem que ser feito. Cortar despesas e ter paciência. Ter um time competitivo no início e depois uma equipe pra ganhar tudo!”, disse Gobbi sobre a Arena Corinthians. 

Até o momento, apenas Paulo Garcia e Augusto Melo anunciaram que serão candidatos à presidência do Corinthians. Mario Gobbi deve ser mais um e Duílio Monteiro Alves é o nome mais forte da "Renovação e Transparência", atual situação do clube.

 
Bruno Guimarães fala sobre Tiago Nunes 
Comentários