Futebol Brasileiro

Mauro Galvão: ‘O Vasco tem uma das maiores torcidas do Brasil e não consegue aproveitar isso’

Para ídolo do Vasco, time errou ao contratar Abel. Ex-zagueiro discorda de Ramon Menezes e ressalta necessidade de contratação: ‘Tem que contratar jogadores para serem titulares’.

Avatar del

Por Aline Nastari

Mauro Galvão em campo pelo Vasco / Créditos: Getty Images

Mauro Galvão em campo pelo Vasco / Créditos: Getty Images

Mauro Galvão está na história do Vasco. Pelo Cruz-maltino foi o capitão da américa em 98, conquistou a Mercosul em 2000, além de dois Brasileiros, 1997 e 2000. A identificação e o conhecimento de quem ficou quatro temporadas na Colina permite que fale com propriedade do momento do clube. O ex-zagueiro foi o entrevistado do Fora de Jogo, programa do Esporte Interativo, nesse domingo .

 “Foram muitos títulos e decisões, mas tudo isso aí reforça a marca do Vasco. Pude dar minha contribuição também. Saber que você representa uma torcida enorme, que é do Vasco, não é só no Rio, é em todo o Brasil. Infelizmente o Vasco não aproveita isso, tem uma das maiores torcidas do Brasil e não consegue aproveitar isso, parece que não entende o quanto representa dentro do futebol brasileiro.”

Mauro vestiu a camisa do Vasco com Ramon, juntos conquistaram títulos importantes como Libertadores e Brasileiro, por isso, conhece bem o novo técnico do Vasco e aprovou a contratação.

“Eu trabalhei com o Ramon, jogamos juntos. Eu gosto muito dele, acho que ele é um cara que tem procurado fazer os cursos, se atualizar nessa profissão que ele quer seguir. Ele teve uma boa companhia com o Luxemburgo, fez um bom trabalho no Vasco dentro das possibilidades, é um time que não tem tanto recurso para investimento. Essa convivência com o Vanderlei deve ter sido proveitosa. Seria até interessante se o Ramon já tivesse começado o ano como treinador do Vasco, mas infelizmente ainda tem essas coisas que fazem parte do futebol, que o treinador tem que ser experiente...”

O Capitão América da Colina acredita que Ramon deveria ter dado sequência ao trabalho de Luxemburgo desde o início da temporada. Pra ele, a diretoria errou ao contratar Abel Braga.

“Se a gente for analisar pelo o que aconteceu, acho que errou, não pelo Abel, mas pela continuidade, era muito simples ter uma continuidade com o Ramon. O campeonato estadual serve pra isso, tem que fazer um teste, alguma coisa, faz no estadual, botar jogador jovem, usa o estadual. Ele está aí pra isso, pra ser utilizar da forma que você precisa. Não vai botar um treinador pra começar na Libertadores, é meio fora do normal, mas pode ser que aconteça”.

Apesar de concordar com a contratação de Ramon, o ex-jogador do Vasco discorda do discurso do novo treinador, quando também em entrevista ao “Fora de Jogo” disse que o Vasco tinha feito ótimas contratações esse ano e que esse seria o momento de valorizar o que tem.

“Eu acho que o discurso do Ramon é normal, faz parte, é treinador, tá chegando agora, tem que passar alguma coisa e confiança pros jogadores que estão lá. Se ele chega dizendo que precisa contratar, vão se sentir desprestigiado. Mas a gente aqui pode falar o que pensa realmente, se o Vasco não quer passar trabalho, sofrer no brasileiro, tem que contratar jogadores que cheguem para ser titulares. Isso é importante. O Vasco tem que reforçar a equipe, o que vi esse ano achei abaixo do que terminou o ano passado, era outro estágio. Não precisa trazer jogador de seleção, e sim que venham pra complementar esse grupo, dar um pouco mais de peso.”

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Além de todos os questionamentos dentro de campo, o Vasco vive ainda um ano de eleições e Mauro Galvão teme que o clima político atrapalhe a equipe mais uma vez.

“Parece que a gente está na idade da pedra, não conseguem entrar num acordo, não consegue fazer uma coisa funcionar. Ninguém é dono do Vasco, o Vasco só tem um dono que é sua torcida.”

 
Mauro Galvão critica Vasco: 'Não sabe usar sua torcida e nem da força que tem'
  • Vasco Mauro Galvão Ramon Menezes
Comentários