Futebol Brasileiro

'Não foi coerente!": Vanderlei Luxemburgo contesta a fala de Maurício Galiotte

Segundo o ex-treinador do Palmeiras, o pedido para um elenco com DNA mais ofensivo tinha sido solicitado em reuniões com o presidente e o dirigente do clube

Avatar del

Por Redação Esporte Interativo

Luxa em publicação que contesta a fala de Maurício Galiote, presidente do Palmeiras(Reprodução/Youtube)

Luxa em publicação que contesta a fala de Maurício Galiote, presidente do Palmeiras | Reprodução/Youtube

Vanderlei Luxemburgo não concordou com o discurso de Maurício Galiotte realizado na entrevista coletiva, nesta quinta-feira (15), para falar da demissão do técnico. Em uma publicação de sua rede social denominada 'para esclarecer os fatos', o ex-comandante do Palmeiras afirmou que faltou coerência na fala do comandante no momento em que ele disse buscar a contratação de jogadores mais onfensivos.  

Segundo Luxa, sua passagem pelo Verdão veio com propósito de uma reconstrução no geral. "Diminuição do elenco, foi diminuído. Abrir espaço para categoria de base, assim foi feito. Contratação única que eu fiz: a do Viña...Conquistamos a Flórida Cup e o Campeonato Paulista, ficamos invictos por 20 jogos, lideramos o campeonato da Copa Libertadores, quinto, sexto, terceiro colocado do Campeonato Brasileiro...Tudo isso dentro de uma proposta que foi feita", sinalizou. 

O treinador ainda reforçou que teve diversas reuniões com Galiotte e o dirigente Anderson Barros, onde pediu por um grupo melhor e novas peças em seu elenco. 
 
Eu falava em entrevistas que o time jogava com aquilo que tinha para jogar, para não falar feio...Eu queria tornar o Palmeiras com o DNA do Palmeiras que é um DNA ofensivo, então, solicitei diversas contratações e elas não foram feitas. Não foi coerente a fala do presidente com aquilo que nós fizemos", finalizou.
 
 
 
Comentários